PUBLICIDADE
Notícias

Edifício em processo de tombamento é demolido no Centro de Fortaleza

Secultfor identificou atividades irregulares no local

16:36 | 03/05/2018
NULL
NULL
[FOTO1]Um antigo imóvel localizado no Centro de Fortaleza, em processo de tombamento, está sendo demolido. Vendido há cerca de um ano, o edifício passa por demolições em dias de pouco movimento. A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) revela que não houve solicitação e intervenção no local e apura irregularidades. A partir do início do processo de tombamento, o imóvel passa a ser protegido.
[FOTO3]
O POVO Online visitou o terreno localizado na esquina das ruas 25 de Março e Franklin Távora, nesta quinta-feira, 3, e verificou a demolição. Restam apenas duas grandes paredes, uma delas quebradas para a entrada de um trator que fez a retirada do entulho. Faixas e vigas foram colocadas para impedir a entrada de populares.
[SAIBAMAIS]
A demolição começou entre março e abril, acontecendo sempre aos feriados, sábados e domingos pela manhã. Dias de pouca ou quase nenhuma movimentação no local. Pessoas que moram e trabalham nas proximidades afirmam que, há cerca de um ano, houve outra tentativa de demolição que não foi concluída devido a denúncias.

Conforme o corretor de imóveis Antônio Pinto, que trabalha do prédio vizinho, a antiga proprietária do prédio teria tentato iniciar o processo de tombamento. A família, no entanto, teria ido embora do País após vender o terreno. "Eles me cederam essa casa onde trabalho. Eu que cuido, porque se não tava abandonada também. Só cupim".

Antônio Pinto afirma que o prédio já havia sido alugado para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Depois, há 20 anos, funcionou um restaurante local. Desde então estava abandonado.

O prédio teria sido vendido há cerca de um ano. Nenhuma obra teria sido feita no período pela dificuldade para de concluir a documentação. A reportagem identificou o comprador e tentou contatá-lo por telefone, mas as ligações não foram atendidas. 
[FOTO2]
Irregularidades 
 
O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) esteve no local, mas "não identificou nome do engenheiro responsável e número da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)". A assessoria de imprensa do Crea-CE informou que deve apurar o caso, mas não houve retorno até a publicação desta matéria.  

Em nota, a Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) afirma que o prédio é objeto de processo de tombamento provisório, conforme solicitação feita por Maria Iraci Alves Coelho, nora do então proprietário. O processo se encontrae em andamento e, no momento, estão sendo realizados estudos técnicos sobre o bem.

"Também vale ressaltar que, até o presente momento, não foi protocolado na Secultfor nenhuma solicitação de autorização para reformas e intervenções no imóvel por parte dos seus responsáveis", diz a nota.

Ainda segundo a assessoria de imprensa, a Secultfor recebeu denúncia de obras e atividades irregulares na edificação e enviou equipe técnica para vistoria, constatando e identificando as irregularidades.

"Em obediência à legislação, a Secultfor já encaminhou ofício à Agência de Fiscalização de Fortaleza, solicitando o acompanhamento do caso e a devida adoção das medidas cabíveis", informou.
TAGS
Edifício em processo de tombamento é demolido no Centro de FortalezaNotícias de Fortaleza
  • Divirta-se
  • Vida & Arte
  • Vídeos
  • PUBLICIDADE
    Notícias

    Edifício em processo de tombamento é demolido no Centro de Fortaleza

    Secultfor identificou atividades irregulares no local

    16:36 | 03/05/2018
    NULL
    NULL
    [FOTO1]Um antigo imóvel localizado no Centro de Fortaleza, em processo de tombamento, está sendo demolido. Vendido há cerca de um ano, o edifício passa por demolições em dias de pouco movimento. A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) revela que não houve solicitação e intervenção no local e apura irregularidades. A partir do início do processo de tombamento, o imóvel passa a ser protegido.
    [FOTO3]
    O POVO Online visitou o terreno localizado na esquina das ruas 25 de Março e Franklin Távora, nesta quinta-feira, 3, e verificou a demolição. Restam apenas duas grandes paredes, uma delas quebradas para a entrada de um trator que fez a retirada do entulho. Faixas e vigas foram colocadas para impedir a entrada de populares.
    [SAIBAMAIS]
    A demolição começou entre março e abril, acontecendo sempre aos feriados, sábados e domingos pela manhã. Dias de pouca ou quase nenhuma movimentação no local. Pessoas que moram e trabalham nas proximidades afirmam que, há cerca de um ano, houve outra tentativa de demolição que não foi concluída devido a denúncias.

    Conforme o corretor de imóveis Antônio Pinto, que trabalha do prédio vizinho, a antiga proprietária do prédio teria tentato iniciar o processo de tombamento. A família, no entanto, teria ido embora do País após vender o terreno. "Eles me cederam essa casa onde trabalho. Eu que cuido, porque se não tava abandonada também. Só cupim".

    Antônio Pinto afirma que o prédio já havia sido alugado para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Depois, há 20 anos, funcionou um restaurante local. Desde então estava abandonado.

    O prédio teria sido vendido há cerca de um ano. Nenhuma obra teria sido feita no período pela dificuldade para de concluir a documentação. A reportagem identificou o comprador e tentou contatá-lo por telefone, mas as ligações não foram atendidas. 
    [FOTO2]
    Irregularidades 
     
    O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) esteve no local, mas "não identificou nome do engenheiro responsável e número da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)". A assessoria de imprensa do Crea-CE informou que deve apurar o caso, mas não houve retorno até a publicação desta matéria.  

    Em nota, a Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) afirma que o prédio é objeto de processo de tombamento provisório, conforme solicitação feita por Maria Iraci Alves Coelho, nora do então proprietário. O processo se encontrae em andamento e, no momento, estão sendo realizados estudos técni
    PUBLICIDADE
    Notícias

    Edifício em processo de tombamento é demolido no Centro de Fortaleza

    Secultfor identificou atividades irregulares no local

    16:36 | 03/05/2018
    NULL
    NULL
    [FOTO1]Um antigo imóvel localizado no Centro de Fortaleza, em processo de tombamento, está sendo demolido. Vendido há cerca de um ano, o edifício passa por demolições em dias de pouco movimento. A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) revela que não houve solicitação e intervenção no local e apura irregularidades. A partir do início do processo de tombamento, o imóvel passa a ser protegido.
    [FOTO3]
    O POVO Online visitou o terreno localizado na esquina das ruas 25 de Março e Franklin Távora, nesta quinta-feira, 3, e verificou a demolição. Restam apenas duas grandes paredes, uma delas quebradas para a entrada de um trator que fez a retirada do entulho. Faixas e vigas foram colocadas para impedir a entrada de populares.
    [SAIBAMAIS]
    A demolição começou entre março e abril, acontecendo sempre aos feriados, sábados e domingos pela manhã. Dias de pouca ou quase nenhuma movimentação no local. Pessoas que moram e trabalham nas proximidades afirmam que, há cerca de um ano, houve outra tentativa de demolição que não foi concluída devido a denúncias.

    Conforme o corretor de imóveis Antônio Pinto, que trabalha do prédio vizinho, a antiga proprietária do prédio teria tentato iniciar o processo de tombamento. A família, no entanto, teria ido embora do País após vender o terreno. "Eles me cederam essa casa onde trabalho. Eu que cuido, porque se não tava abandonada também. Só cupim".

    Antônio Pinto afirma que o prédio já havia sido alugado para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Depois, há 20 anos, funcionou um restaurante local. Desde então estava abandonado.

    O prédio teria sido vendido há cerca de um ano. Nenhuma obra teria sido feita no período pela dificuldade para de concluir a documentação. A reportagem identificou o comprador e tentou contatá-lo por telefone, mas as ligações não foram atendidas. 
    [FOTO2]
    Irregularidades 
     
    O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) esteve no local, mas "não identificou nome do engenheiro responsável e número da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)". A assessoria de imprensa do Crea-CE informou que deve apurar o caso, mas não houve retorno até a publicação desta matéria.  

    Em nota, a Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) afirma que o prédio é objeto de processo de tombamento provisório, conforme solicitação feita por Maria Iraci Alves Coelho, nora do então proprietário. O processo se encontrae em andamento e, no momento, estão sendo realizados estudos técnicos sobre o bem.

    "Também vale ressaltar que, até o presente momento, não foi protocolado na Secultfor nenhuma solicitação de autorização para reformas e intervenções no imóvel por parte dos seus responsáveis", diz a nota.

    Ainda segundo a assessoria de imprensa, a Secultfor recebeu denúncia de obras e atividades irregulares na edificação e enviou equipe técnica para vistoria, constatando e identificando as irregularidades.

    "Em obediência à legislação, a Secultfor já encaminhou ofício à Agência de Fiscalização de Fortaleza, solicitando o acompanhamento do caso e a devida adoção das medidas cabíveis", informou.
    TAGS
    ="item-editoria" target="_parent" href="https://www.opovo.com.br/sustentabilidade/" title="Sustentabilidade">Sustentabilidade
    IR PARA A VERSÃO DESKTOP Edifício em processo de tombamento é demolido no Centro de FortalezaNotícias de Fortaleza
    PUBLICIDADE
    Notícias

    Edifício em processo de tombamento é demolido no Centro de Fortaleza

    Secultfor identificou atividades irregulares no local

    16:36 | 03/05/2018
    NULL
    NULL
    [FOTO1]Um antigo imóvel localizado no Centro de Fortaleza, em processo de tombamento, está sendo demolido. Vendido há cerca de um ano, o edifício passa por demolições em dias de pouco movimento. A Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) revela que não houve solicitação e intervenção no local e apura irregularidades. A partir do início do processo de tombamento, o imóvel passa a ser protegido.
    [FOTO3]
    O POVO Online visitou o terreno localizado na esquina das ruas 25 de Março e Franklin Távora, nesta quinta-feira, 3, e verificou a demolição. Restam apenas duas grandes paredes, uma delas quebradas para a entrada de um trator que fez a retirada do entulho. Faixas e vigas foram colocadas para impedir a entrada de populares.
    [SAIBAMAIS]
    A demolição começou entre março e abril, acontecendo sempre aos feriados, sábados e domingos pela manhã. Dias de pouca ou quase nenhuma movimentação no local. Pessoas que moram e trabalham nas proximidades afirmam que, há cerca de um ano, houve outra tentativa de demolição que não foi concluída devido a denúncias.

    Conforme o corretor de imóveis Antônio Pinto, que trabalha do prédio vizinho, a antiga proprietária do prédio teria tentato iniciar o processo de tombamento. A família, no entanto, teria ido embora do País após vender o terreno. "Eles me cederam essa casa onde trabalho. Eu que cuido, porque se não tava abandonada também. Só cupim".

    Antônio Pinto afirma que o prédio já havia sido alugado para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Depois, há 20 anos, funcionou um restaurante local. Desde então estava abandonado.

    O prédio teria sido vendido há cerca de um ano. Nenhuma obra teria sido feita no período pela dificuldade para de concluir a documentação. A reportagem identificou o comprador e tentou contatá-lo por telefone, mas as ligações não foram atendidas. 
    [FOTO2]
    Irregularidades 
     
    O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (Crea-CE) esteve no local, mas "não identificou nome do engenheiro responsável e número da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)". A assessoria de imprensa do Crea-CE informou que deve apurar o caso, mas não houve retorno até a publicação desta matéria.  

    Em nota, a Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) afirma que o prédio é objeto de processo de tombamento provisório, conforme solicitação feita por Maria Iraci Alves Coelho, nora do então proprietário. O processo se encontrae em andamento e, no momento, estão sendo realizados estudos técnicos sobre o bem.

    "Também vale ressaltar que, até o presente momento, não foi protocolado na Secultfor nenhuma solicitação de autorização para reformas e intervenções no imóvel por parte dos seus responsáveis", diz a nota.

    Ainda segundo a assessoria de imprensa, a Secultfor recebeu denúncia de obras e atividades irregulares na edificação e enviou equipe técnica para vistoria, constatando e identificando as irregularidades.

    "Em obediência à legislação, a Secultfor já encaminhou ofício à Agência de Fiscalização de Fortaleza, solicitando o acompanhamento do caso e a devida adoção das medidas cabíveis", informou.
    TAGS