PUBLICIDADE
Notícias

Abastecimento começa a ser normalizado nos postos de gasolina de Fortaleza

Posto de tancagem da Petrobras encontra-se liberado e caminhões com combustível circulam normalmente. Postos de gasolina já começam a receber abastecimento

16:33 | 28/05/2018
NULL
NULL
[FOTO1]Abastecimento dos postos de combustivel de Fortaleza começa a ser normalizado nesta segunda-feira, 28. O posto de tancagem da Petrobras, antes bloqueado por caminhoneiros e motoristas de aplicativo em protestos, encontra-se livre, permitindo saída e entrada de caminhões. Mudança ocorre após pronunciamento do presidente Michel Temer no último domingo, 27, anunciando redução de R$ 0,46 no preço do diesel por 60 dias. Combustível chegou a faltar em 90% dos postos da Capital.

No posto Leite, de bandeira SP, na avenida Antônio Sales, Aldeota, cones ainda impedem o acesso às bombas que abasteceriam de etanol e gasolina se houvesse combustível. No estabelecimento, o consumidor só pode encontrar diesel, por enquanto. O frentista Genival Soares, 33, conta que a gasolina falta desde sábado, quando receberam o último abastecimento. O material, conta, acabou em apenas cinco horas. O posto ainda espera o recebimento de pedidos que já foram realizados. 

No bairro Joaquim Távora, também na avenida Antônio Sales, etanol e diesel faltam no posto Aliança, de bandeira BR. O estabelecimento recebeu gasolina comum e aditivada no último domingo, mas ainda aguarda a chegada dos outros combustíveis. Segundo o gerente Gerardo Bezerra, o abastecimento deve durar até o fim do dia. 

O supervisor de vendas Márcio Franco, 36, relata que encontrou dificuldades para abastecer seu carro até chegar no local. “Os postos estavam fechados no final de semana, fui em uns cinco, mas sem sucesso”, diz. Ele conta que o medo de que a situação da greve não se resolvesse fez com que ele decidisse encher o tanque por precaução. 

O posto Cometa, de bandeira BR, na avenida Abolição, Mucuripe, recebia abastecimento de gasolina no momento em que O POVO Online chegou. O estoque de diesel e etanol, no entanto, ainda estava esgotado. O gerente José Airton acredita que o diesel deve chegar até o fim do dia, mas ainda não dá previsão para a chegada do etanol.
[FOTO2]
Fármácias
A maioria das farmácias visitadas pelo O POVO Online tinha abastecimento normalizado. Os medicamentos sequer chegaram a faltar durante a greve dos caminhoneiros. Na Drogasil da esquina da avenida Antônio Sales com rua José Vilar, alguns medicamentos de uso contínuo ainda estavam em falta, já que o estoque da loja vem de Recife. Segundo o supervisor Wagner Vasconcelos, ainda não há previsão de reabastecimento. 
TAGS