PUBLICIDADE
Notícias

Em coletiva de primeira mulher superintendente da PF, só delegadas falam de operação

18:00 | 19/04/2018
NULL
NULL
[FOTO1]Nomeada no último dia 6 de abril para comandar a Superintendência da Polícia Federal (PF) no Ceará, Vanessa Gonçalves Leite de Souza, 38, estava acompanhada apenas de delegadas no primeiro encontro com a imprensa desde que passou a ocupar o cargo. Ela é a primeira mulher a chefiar a corporação no Estado desde a implantação do órgão regional, em 1965. 

A superintendente falou sobre a Operação Espectro, responsável por desarticular esquema de fraude contra o Benefício Assistencial ao Idoso, pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
 
[FOTO2]Equipe 
 
Além dela, estavam na coletiva à imprensa as delegadas federais Adriana de Araújo Correia, chefe da operação, Juliana Gonçalves Pacheco, chefe da delegacia de combate ao crime organizado, e Cláudia Braga Leitão, responsável pela delegacia de combate aos crimes previdenciários. 
 
A PF possui 11,8 mil servidores, mas não informa quantos cargos são ocupados por mulheres. Entidades representante de tais profissionais estimam proporção entre 5% e 20%

A ação policial juntou 70 agentes e prendeu seis suspeitos. Inicialmente, a estimativa é de que a organização criminosa causou prejuízo à União de R$ 4 milhões. Contudo, o valor deve aumentar com as prisões. 

A delegada comandante da PF no Ceará deve tomar posse no mês de maio, na sede do órgão em Fortaleza.
TAGS