PUBLICIDADE
Notícias

Campeões do Uber Hack Fortaleza desenvolvem app para facilitar caronas

A fim de incentivar caronas e diminuir o trânsito, equipe ganhadora propôs o aplicativo Quem Leva, que organiza os trajetos mais usuais dos usuários

20:06 | 08/04/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

A equipe vencedora do Uber Hack Fortaleza - Hackathon da Mobilidade foi anunciada neste domingo, 8, no espaço Casa Azul Ventures, aceleradora de startup do Grupo de Comunicação O POVO. A equipe formada pela estudante de mestrado em Computação, Lana Mesquita, 27; pelos desenvolvedores Silvinho Deolino Neto, 22, Carlos Mikael Soares, 21 e pelo programador Lucas Azevedo, 28, não imaginava levaram o primeiro lugar da etapa fortalezense. O Quem Leva, projeto dos ganhadores, visa facilitar caronas, organizando os trajetos mais utilizados pelos usuários.

“Eu nunca tinha visto um evento tão incrível como esse. Foi sensacional poder criar durante todo esse período”, diz Lana. Os participantes do evento tiveram o desafio de pensar, durante 30 horas, em formas de mobilidade para serem desenvolvidas nas cidades - não necessariamente ligadas ao aplicativo da Uber.

Com a vitória, os quatro competidores receberão uma viagem para São Paulo, para conhecer as instalações da Uber e participar da disputa nacional do desafio, que ocorre dia 2 e 3 de junho. A competição reunirá os vencedores de todos os estados para escolher a proposta que representará o Brasil na etapa mundial. “Não foi nada fácil. Ontem (sábado) à noite, por volta das 10 horas mudamos de proposta e tivemos de começar do zero”, orgulha-se Carlos Mikael.

 

Redação O POVO Online

Com informações de Angélica Feitosa 

TAGS