PUBLICIDADE
Notícias

Três suspeitos de envolvimento em ataques a ônibus são presos

Pelo menos seis atentados contra coletivos foram registrados na noite deste sábado, 24

21:15 | 24/03/2018
Atualizada às 22h30min
 
Três homens suspeitos de envolvimento em ataques a ônibus na Capital foram presos na noite deste sábado, 24. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), dois dos suspeitos estavam com um galão de gasolina, Rua Castro e Silva, próximo à Praça da Estação. Pelo menos seis veículos, em diferentes pontos da Capital, foram atacados nesta noite.
 
A pasta informou a determinação de reforço no policiamento, com apoio de helicópteros da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). Os suspeitos foram ouvidos no 34º Distrito Policial, no Centro. Com eles, foi encontrado um galão de gasolina.
 
Eles foram identificados como Daniel Vanderlei de Freitas Costa, de 24 anos, e Antônio Elton Lopes Cassiano, de 29 anos. Elton tem três passagens por roubo, por porte de arma de fogo e identidade falsa. A terceira pessoa envolvida é Igor Victor da Silva Fernandes, de 18 anos. Ele também foi preso com galão de gasolina, na rua Padre Mororó.

"Uma reunião entre a cúpula da Segurança Pública e representantes da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e do Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Ceará (Sindiônibus) está sendo realizada para traçar as ações para a segurança dos veículos, trabalhadores e passageiros", diz a nota da SSPDS.

A pasta confirma, até as 21 horas deste sábado, cinco incêndios em ônibus: um na av. Leste Oeste, dois na Praça Coração de Jesus, um na av. Imperador e outro na Avenida G do bairro Vila Velha. O POVO Online apurou que outros dois atentados aconteceram. Um deles na rua Padre Mororó e outro em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza.

A SSPDS também confirmou ataques em duas torres de telefonia, no bairro Jardim Iracema e outro na av. Maestro Lisboa, além de duas manifestações com queima de pneus nas avenidas Cel Carvalho e Mozart Lucena, nos bairros Vila Velha e Quintino Cunha, respectivamente.

"Em todas as ocorrências, composições do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará (CBMCE) atuaram para combater os incêndios. A Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) ficará responsável pelas investigações", conclui a nota. 

TAGS