PUBLICIDADE
Fortaleza
Atentado em Fortaleza

Tiroteio na Sejus assusta moradores. "Foi sufoco grande"

Atentado e reação da Polícia agitou a madrugada do bairro Meireles

13:21 | 24/03/2018

Fachada da Sejus, com letreiro ao lado de janela com vários furos de balas
Fachada da Sejus, com marca de balas na janela. (Foto: Daniel Duarte/Especial para O POVO)
O tiroteio que matou três dos homens que cometeram atentado contra a Secretaria da Justiça e Cidadania do Ceará (Sejus) movimentou a vizinhança antes do amanhecer deste sábado, 24, e tirou o sono de quem mora próximo ao local. "Foi um sufoco grande. Nunca vi tanta polícia na vida como hoje", disse um morador que não quis se identificar. A Sejus fica na rua Tenente Benévolo, no Meireles, a menos de 1 km do Palácio da Abolição, sede do Governo do Estado.

Janela de vidro com vários furos de balas
Detalhe da janela atingida pelo ataque. (Foto: Daniel Duarte/Especial para O POVO)
Zelador da paróquia de Santa Luzia (logo ao lado do prédio da Sejus), José Estênio Alves conta que foi acordado "quase 2 horas da manhã" pelo barulho da grande quantidade de tiros. "E quando escutei os papocos, ouvi logo a Polícia berrando lá", conta o zelador, que lembra ter visto um dos suspeitos ter "caído lá mesmo", após ser atingido por disparo. "Era muita Polícia depois", complementa.

De acordo com o morador que preferiu não se identificar, a quantidade de viaturas passava de meia dúzia de carros no local, que permaneceram no local até quase 5 horas. "Está tudo desmoralizado", lamentou ele.


 
Para entender o caso:
 
 
 
 
 
 
 

 

Editorial. Bloqueadores de celular: é preciso urgência   

Redação O POVO Online