PUBLICIDADE
Notícias

Ressaca faz mar avançar sobre Praia de Iracema e AMC desvia trânsito

O fenômeno juntou várias pessoas nas areias da praia, que se divertiram com o incomum alcance da água, molhando os pés e correndo

20:14 | 02/03/2018
Avenida tomada pela água do mar
Avenida tomada pela água do mar

[FOTO1]A ressaca do mar, iniciada nesta quinta-feira, 1º, atingiu seu pico na tarde desta sexta-feira, 2. Na Praia de Iracema, a avenida Beira Mar e a rua Idelfonso Albano foram tomadas por uma mistura de água e areia. O trecho da rua próximo à praia foi bloqueado. Além dele, as avenidas Beira Mar - na altura da Praia de Iracema, avenidas Rui Barbosa e Barão de Studart também sofreram desvio de trânsito.

[VIDEO1]O fenômeno juntou várias pessoas nas areias da praia, que se divertiram com o incomum alcance da água, molhando os pés e correndo. A areia da praia, naturalmente fofa, ficou completamente batida devido a invasão da água.

[FOTO2][SAIBAMAIS] 

Apesar da alegria dos curiosos, o empresário suéco Folke Asell, 70, que mora há 10 anos em Fortaleza, em um prédio na Beira Mar, lançou olhar pessimista sobre a ressaca. Em entrevista ao O POVO Online, Asell afirmou que desde que tem apartamento na Cidade, nunca viu nada igual. "Eu acho que este é um aviso para que pensemos bem no que estamos fazendo, porque pouco a pouco vai ficar pior, invadindo os prédios e destruindo tudo".

[FOTO3]O estudante universitário Pedro Nascimento, 18, ja presenciou outras ressacas mas, desta maneira, foi a primeira. Ele aproveitou o altura das ondas - conforme a Marinha, poderiam chegar até 3,5 metros - para surfar, o que quase teve final trágico. "Foi muito cruel! Eu peguei a onda, tava aqui no tubo, aí quando fui ver ela me engoliu e foi onda por cima de onda em cima de mim e eu quase não saio". O modalidade praticada por Pedro é o surf de peito ou bodysurf.

A Marinha do Brasil informou em nota que a ressaca do mar terá fim às 21 horas desta sexta-feira.

TAGS