PUBLICIDADE
Fortaleza
onda de ataques

Percepção de menos ônibus e preocupação com volta para casa marcam segunda-feira pós-ataques

Foram visitadas paradas de ônibus na avenidas Pontes Vieira, Washington Soares, na Praça Coração de Jesus, bem como outras localidades de Fortaleza

16:05 | 26/03/2018

Embora a  Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) tenha garantido o funcionamento de toda a frota de ônibus para esta segunda-feira, 26, a percepção da reportagem do O POVO Online, num giro pela Capital, foi de menos ônibus e de paradas mais esvaziadas.

Foram visitadas paradas de ônibus na avenidas Pontes Vieira, Washington Soares, na Praça Coração de Jesus, bem como outras localidades de Fortaleza.

O auxiliar de escritório Gerardo Silva de Sousa, 42, que estava na parada de ônibus do Fórum Clóvis Beviláqua, considera a situação normal, embora não tenha o hábito de andar de ônibus. "Mas no tempo que eu tava ali, pra vir pra cá, peguei ali perto da Embratel, na Pontes Vieira, o 75 (linha Campus do Pici/Unifor), não demorou muito. Tá normal. Pelo menos até agora. Ninguém sabe mais tarde, né?", preocupa-se Silva.  

Após a onda de ataques a transportes coletivos ocorridos nesse fim de semana, o prefeito Roberto Cláudio (PDT) anunciou que a segurança dos ônibus receberá reforço de comboios policiais. Conforme noticiado pelo O POVO Online, a escolta não será fixa de frotas específicas e circulará por várias linhas.  

A Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) também ajudará na segurança, sobrevoando para a proteção dos veículos. 

Redação O POVO Online

com informações da repórter Luana Severo