PUBLICIDADE
Notícias

Motoristas da Uber e 99Pop protestam pedindo diálogo com a Prefeitura para regulamentação

Conforme o presidente da Ampip, os motoristas estão revoltados por não estarem inclusos nas discussões referentes à regulamentação dos aplicativos

16:35 | 07/03/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

Um grupo de motoristas particulares de aplicativos de transporte privado urbano - Uber e 99Pop - promoveu outra manifestação nesta quarta-feira, 7, em frente à Câmara Municipal de Fortaleza. Conforme os manifestantes, a categoria não participa das conversas de regulamentação do próprio trabalho.

Em entrevista ao O POVO Online, o presidente da Associação dos Motoristas Privados Individuais de Passageiros (Ampip), Antonio Evangelista, afirma que a mobilização vem em busca de um diálogo com o prefeito e com os vereadores de sua base. "Ele (Roberto Cláudio) deu uma entrevista em que disse que iria se sentar com o Sindicato dos Taxistas, associações, mas não procurou a entidade à qual está sendo discutida a regulamentação da categoria, a dos motoristas de aplicativos", explica Evangelista.

Conforme o presidente da Ampip, os motoristas estão revoltados com a atitude do prefeito. Ele diz que todos aguardam a abertura de um canal de diálogo e que os motoristas participem das discussões referentes à regulamentação.

A Câmara dos Deputados aprovou na última quarta-feira, 28, o projeto de regulamentação do transporte de passageiros por aplicativos. Agora, o texto segue para sanção presidencial. Com isso, Evangelista espera que não haja alta tributação sobre o serviço, visto que este ficaria mais caro. "Quem vai sofrer com isso é a população carente de Fortaleza".

O presidente da Ampip pensa que a regulamentação ideal não pode impor limites ao número de carros, embora acredite que deva haver fiscalização; e, também, não pode determinar o ano dos carros, "até porque Fortaleza tem um caráter de andar em carros não muito novos".

 

Redação O POVO Online,

com informações do repórter Rômulo Costa

TAGS