PUBLICIDADE
Notícias

Armas usadas nas ações simultâneas da chacina do Benfica foram as mesmas, diz Perícia

18:04 | 26/03/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
As armas utilizadas para matar sete pessoas na chacina no bairro Benfica em massacre que se estendeu e chegou à Vila Demétrios - num intervalo de dois minutos - foram as mesmas. É o que aponta laudo da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) divulgado na tarde desta segunda-feira, 26. A chacina ocorreu no último dia 9 de março, na Praça da Gentilândia, e no entorno da sede da Torcida Uniformizada do Fortaleza (TUF).
[SAIBAMAIS]
A partir do resultado, a Polícia confirma a tese de que os suspeitos participaram de ambas as ações. Outros dois envolvidos foram identificados.
 
No entanto, os nomes não foram divulgados devido ao sigilo da investigação. Foram realizados exames no local do crime, no veículo utilizado, e na arma apreendida com um dos suspeitos. 
 
Os exames feitos no local da chacina identificaram estojos de calibre nove milímetros e confirmou o uso de uma pistola de calibre .40. Foram examinados 24 projéteis, 18 deles retirados de corpos de duas vítimas.
 
Documentos foram produzidos pela Núcleo de Balística Forense (Nubaf) da Coordenadora de Pericia Criminal (Copec) e do Laboratório de Identificação Papiloscópica (LIP) da Coordenadora de Identificação Humana.
 
Redação O POVO Online com informações da repórter Jéssika Sisnando   
TAGS