PUBLICIDADE
Notícias

Maré alta derruba tapumes do Acquario, na Praia de Iracema

Nas redes sociais, usuários relatam vaia coletiva de banhistas e surfistas

22:25 | 01/03/2018
NULL
NULL
As fortes ondas registradas no litoral de Fortaleza, na tarde desta quinta-feira, 1º, provocaram a queda de tapumes da obra do Acquario Ceará, parada há dois anos. Nas redes sociais, usuários relatam vaia coletiva de banhistas e surfistas, no momento.
 
[FOTO1] 
A queda dos tapumes metálicos ocorreu pouco depois das 16 horas. A Secretaria do Turismo do Estado (Setur) informou que nesta sexta-feira, 2, serão enviadas equipes ao local para avaliação do ocorrido.
 
O litoral do Ceará e de mais três estados nordestinos estão em alerta. Navegação e lazer no mar devem ser evitados até as 21 horas desta sexta-feira, 2O pico das ondas pode chegar a 3,5 metros, segundo a Capitania dos Portos do Ceará.

O Acquario, ou pelo menos o esqueleto da obra, construído em 2016, localiza-se na rua dos Tabajaras, Praia de Iracema, especificamente entre a Ponte dos Ingleses e a Ponte Metálica. A obra de concreto está com 75% de conclusão e 18% dos equipamentos foram instalados. 

Em outubro de 2017, o titular da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), Lúcio Gomes, afirmou que os tapumes haviam sido trocados, assim como a proteção às ferragens expostas. Tudo para preservar o patrimônio e a estrutura que, segundo ele, poderá ser totalmente aproveitada. 

Futuro
Desde a concepção, ainda em 2008, e o início de suas obras, em 2012, o Acquario Ceará foi orçado em R$ 450 milhões. A construção já havia consumido R$ 138 milhões até janeiro de 2017. O orçamento público para o equipamento triplicou em 2018: o valor saltou para R$ 6,6 milhões, destinados a obras de infraestrutura, enquanto haviam sido R$ 1,9 milhões no ano anterior.
 
Até hoje, o empreendimento está inconcluso, desde a suspensão do contrato com a empresa americana ICM-Reynolds, responsável pela parte técnica do empreendimento. Reportagem do O POVO em 2015 explicou o projeto original.
 
[SAIBAMAIS] 

A intenção do Governo do Estado é conceder o Acquario à iniciativa privada. Para isso, edital deve ser lançado neste mês, conforme previsão da Setur. O Estado já articula com empresários do Ceará e da Itália para conclusão das obras. 

PPPs
O Programa de Concessões e Parcerias Público-Privadas do Governo para a iniciativa privada inclui Acquario, Centro de Eventos do Ceará, Arena Castelão, Centro de Formação Olímpica, Ceasa, Placas solares, sistema metroviário (VLT Sobral, VLT Cariri, Linha Sul e VLT Parangaba-Mucuripe), Complexo Industrial e Portuário do Pecém S.A (Cipp S.A), Cinturão Digital, e terrenos (Expoece, IPPOO I, Cavalaria e o antigo Centro de Convenções de Fortaleza).
 
Redação O POVO Online 
TAGS