PUBLICIDADE
Notícias

Capitão Wagner afirma que filha sofreu tentativa de sequestro na escola; Polícia desmente

Policiais estão no local tentando colher mais informações sobre o caso

14:45 | 16/03/2018
NULL
NULL

[FOTO1]Atualizada às 21h20min

O deputado estadual Capitão Wagner (Pros) afirma que sua filha sofreu uma tentativa de sequestro na escola onde estuda, em Fortaleza, na manhã desta sexta-feira, 16. O nome da escola não é divulgado por questões de segurança. A direção da unidade recebeu a ligação de uma pessoa se passando pela mãe da adolescente. Essa pessoa pediu que a jovem fosse liberada e avisou que estava do lado de fora aguardando. No entanto, a mãe da menina estava em casa. As informações foram repassadas por Capitão Wagner.

 

Na noite desta sexta, a Polícia desmentiu o ocorrido, informando que foi apenas uma confusão entre nomes de alunas. A menina buscada era xará da filha de Wagner.

 

Na ocasião, desconfiando da situação, a adolescente entrou em contato com a mãe e descobriu que ela não estava à sua espera. "Uma pessoa ligou para o colégio por volta das 9h30min e entrou em contato com a minha esposa pedindo para liberar e avisando que estava do lado de fora", disse.

Conforme Wagner, de imediato, entrou em contato com um policial amigo e foram até a escola.  No momento, policiais se encontram no local tentanto coletar imagens do circuito de segurança. Ele ressaltou que a pessoa citou o nome e o sobrenome da jovem. A família está assustada e o político cancelou uma viagem que faria hoje. O deputado afirmou que vai à delegacia nesta tarde para realizar um Boletim de Ocorrência (B.O.).

 

A instituição de ensino confirmou que houve a ligação pedindo a liberação da aluna. A pessoa teria dito que já estava aguardando do lado de fora e que, se possível, liberasse logo a adolescente. No entanto, o colégio tem o procedimento de checar e apurou que não era a mãe da aluna.

TAGS