PUBLICIDADE
Fortaleza
governador do estado

Camilo compara ataques a terrorismo e atribui atentados a "interesses contrariados" de criminosos

19:27 | 25/03/2018
O governador Camilo Santana se pronunciou oficialmente, pela primeira vez, sobre os ataques que acontecem no Ceará neste fim de semana. Na Grande Fortaleza, houve atentados a pelo menos nove ônibus, prédios públicos e torres de telefonia. Seis pessoas foram presas.

"Esses atos criminosos, que se assemelham a atos terroristas, têm ocorrido por interesses contrariados desses bandidos, que buscam afrontar o Estado e amedrontar a população", afirma em vídeo neste domingo, 25. "Não conseguirão intimidar o Estado. Muito pelo contrário: essas ações serão respondidas com força, à altura que for necessária".

Esta tarde terminou a reunião com a cúpula da segurança e da justiça para avaliar as ações do Estado. No pronunciamento, Camilo enfatiza que não tem medido esforços para combater o crime e dá números de agentes de segurança, a exemplo de nove mil agentes de segurança contratados e mais de mil e quinhentas viaturas entregues nos últimos três anos. 

"Desde 2016, venho cobrando insistentemente o envolvimento do Governo Federal, que agora abriu os olhos para o problema", continua. "Importante também que a população denuncie esses criminosos através do telefone 190, sem se identificar, para ajudar a polícia a chegar até eles".