Taxistas protestam na Capital em dia de votação que deve regulamentar UberNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Taxistas protestam na Capital em dia de votação que deve regulamentar Uber

Categoria fez carreata em Fortaleza um dia após motoristas de aplicativos de transporte individual pago realizarem manifestação. Deputados irão decidir nesta terça-feira, 27, legislação sobre esse tipo de condução de passageiros

16:45 | 27/02/2018
NULL
NULL
[FOTO1]
Taxistas de Fortaleza paralisaram as atividades nesta terça-feira, 27, durante parte da manhã e fizeram carreata partindo do Castelão com destino ao Aeroporto Internacional Pinto Martins. Eles pedem que os deputados federais barrem as alterações feitas no Senado Federal no projeto de lei a favor da regulamentação da Uber. Segundo os organizadores, mais de 500 veículos estiveram no ato. 

Ainda na tarde desta terça, os parlamentares votam em Brasília o Projeto de Lei 5587. Os deputados irão rever o documento após as modificações feitas pelos senadores. Foi retirado o trecho exigindo que os carros de transporte individual pago de passageiros tenham placa vermelha, como os táxis, e a exigência de precisar receber autorização das respectivas prefeituras municipais. Eles também retiraram a obrigatoriedade de os veículos serem registrados no nome do motorista

Brasília

A direção do Sindicato dos Taxistas do Ceará  (Sinditaxi) está desde domingo, 25, em Brasília. “A expectativa é de que conseguiremos derrubar as três emendas adicionadas no Senado”, disse Francisco Moura, diretor da entidade e vice-presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB). 

Para ele, a regulamentação dos condutores da Uber é urgente e necessária. “Isso vai garantir um transporte mais seguro aos passageiros e concorrência em pé de igualdade. Pagamos muitas taxas, temos muitas obrigações, temos de fazer cursos, enquanto nosso concorrente está trabalhando anarquicamente”, atacou Moura. 

[SAIBAMAIS]Mudanças

Inicialmente, quando aprovada pela Câmara, com as exigências, a proposta desagradou os motoristas de aplicativos de transporte individual pago de passageiros. Já a as modificações realizadas pelo Senado, em outubro do ano passado, agradaram os prestadores de serviço das empresas e causaram insatisfação aos taxistas.

Na última segunda-feira, 26, motoristas da Uber e do 99pop também realizaram protesto em Fortaleza. O grupo, também estimado pela organização em 500 pessoas, seguiu em carreata do Castelão até o Aeroporto Internacional Pinto Martins. Para eles, o documento original, como aprovado pelos deputados, inviabilizam serviços dos aplicativos. 
 
Redação O POVO Online 

TAGS