PUBLICIDADE
Notícias

Homem efetua disparos em bar na Maraponga e causa tumulto

Após "desentendimento entre clientes", um homem presente no bar teria efetuado disparos "para o alto", sem deixar feridos

13:39 | 04/02/2018
Clientes do Bar do Cebolinha, no bairro Maraponga, se assustaram com tiros dentro do estabelecimento, por volta das 4 horas. (Foto: Reprodução/Whatsapp)
Clientes do Bar do Cebolinha, no bairro Maraponga, se assustaram com tiros dentro do estabelecimento, por volta das 4 horas. (Foto: Reprodução/Whatsapp)

Atualizada às 21h17min do dia 6 de fevereiro 

 

 

[FOTO1]homem causou tumulto em filial do Bar do Cebolhinha, no bairro Maraponga, em Fortaleza, durante a madrugada de domingo, 4. Em nota, o estabelecimento afirma que o homem estava à paisana no local, sendo atendido. Após "desentendimento entre clientes", o policial teria efetuado disparos "para o alto". Ninguém se feriu.

 

 

Suspeito de efetuar tiros em bar na Maraponga é preso  

 

Com os disparos, efetuados por volta das 4 horas, diversos clientes deixaram o estabelecimento, que se viu obrigado a fechar. Conforme testemunhas ouvidas pelo O POVO Online, o homem aparentava estar embriagado, e foi abordado por seguranças do local, após ter sido acionada a Polícia Militar para prestar socorro.

Contudo, a nota do Bar do Cebolinha esclarece que não se possui "poderes para impedir a entrada de integrantes das forças policias portando suas armas" e que a segurança privada nada poderia fazer até que a PM chegasse ao local. 

A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em nota, afirma que "um homem teria efetuado disparos para cima, após ter entrado em discussão com outros clientes". Ainda conforme a pasta, policiais fizeram buscas, mas não encontraram o autor dos disparos.

Confira íntegra da nota do Bar do Cebolinha:  

A direção do Bar do Cebolinha vem à público esclarecer os fatos ocorridos nesse último sábado na filial Maraponga. Ocorreu um desentendimento entre dois clientes, um deles sendo policial, que culminou em disparos para o alto.

Felizmente ninguém nada grave ocorreu, resultando apenas em um grande susto.

A casa preza com prioridade a segurança de nossos clientes, adotando as medidas possíveis para tal.

Infelizmente não possuímos poderes para impedir a entrada de integrantes das forças policiais portando suas armas, assim como qualquer outro estabelecimento de nosso ramo de atuação, conforme preceitua o Art. 6°, II, § 1º da lei 10.826/03.

Mantemos uma relação de cordialidade com os órgãos de segurança, mas também não podemos ser prejudicados por atitudes impensadas.

Comunicaremos as autoridades responsáveis para o devido esclarecimento.

Hoje a unidade Cebolinha Maraponga irá abrir normalmente. 

Redação O POVO Online 

TAGS