Em Brasília, Camilo trata de Centro de Inteligência da PF e Cinturão das ÁguasNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Em Brasília, Camilo trata de Centro de Inteligência da PF e Cinturão das Águas

Governador reforçou a importância da implantação do Centro no combate ao crime no Estado. Em reunião com ministro, Camilo conseguiu recursos para obras do Cinturão das Águas

23:05 | 28/02/2018
NULL
NULL
[FOTO1]Em reunião com o presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira (MDB), o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), discutiu diversos assuntos nesta quarta-feira, 28, em Brasília. Na pauta, a articulação para que o Centro de Inteligência da Polícia Federal no Nordeste seja implantado no Estado.

[SAIBAMAIS]A ideia do governador é reforçar o combate ao crime organizado e narcotráfico. Pelo projeto do novo Ministério da Segurança Pública Nacional, além do Centro no Nordeste, deverão ser implantados outros quatro Centros nas outras regiões do Brasil.

"Foi um encontro importante, que reforça essa luta conjunta para trazer esse Centro de Inteligência", afirmou Camilo. Segundo o chefe do Executivo estadual, desde a última reunião que teve com o presidente Michel Temer (MDB), no início deste mês, "as perspectivas são muito positivas nesse sentido".

O governador também garantiu o aumento do efetivo na segurança pública no Ceará. Nesta quinta-feira, 1º, todos os governadores do País estarão reunidos com Michel Temer para discutir segurança pública.

Outras reuniões
Na capital federal, Camilo Santana também se reuniu com o ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, para conversar sobre as obras do Cinturão das Águas. Na conversa, o gestor se comprometeu a liberar R$ 98 milhões, previstos no orçamento para as obras nos próximos meses.
 
[FOTO2] 
 
O valor inicial que seria disponibilizado pelo ministério seria de R$ 123 milhões, mas após cortes, o valor diminuiu para o fixado pelo titular da Pasta.

Barbalho também deu garantias de que a última estação de bombeamento de água da transposição do Rio São Franscisco antes de chegar ao Ceará será concluída em março. Com a previsão, a perspectiva é de que as águas desaguem no município de Jati, no Cariri cearense, ainda no primeiro semestre de 2018.

Em conversas com o ministro da Educação, Mendonça Filho, o governador pediu o desbloqueio de recursos para a construção de mais escolas e a aquisição de novos equipamentos.

Os recursos à qual o petista se refere já estão em conta, mas ainda não liberados.
 
Redação O POVO Online 
TAGS