PUBLICIDADE
Notícias

Bar do Cebolinha pede desculpas por afirmar que policial foi autor de disparos no estabelecimento

Segundo o bar, o autor dos disparos havia se apresentado como policial militar. Alegação inicial do estabelecimento de que um policial havia efetuado os disparos "para o alto" não foi confirmada pelas autoridades nem por testemunhas.

09:22 | 08/02/2018
NULL
NULL

[FOTO1]

Alvo de tumulto após trocas de tiros no interior do estabelecimento, o Bar do Cebolinha se retrata, em nota oficial, de alegação de que um policial militar teria sido autor dos disparos na madrugada deste domingo, 4. O estabelecimento, conforme a nota, pede “sinceras desculpas a todos os policiais pelo constrangimento causado”.

Inicialmente, o Bar do Cebolinha havia informado, também em nota oficial na manhã do dia do episódio, que “um desentendimento entre dois clientes, um deles sendo policial, haveria culminado com "tiros para o alto". Após a informação não constar em nota da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), de informações de testemunhas de que não haveria policial envolvido e de prisão de suspeito, o estabelecimento explica que “o próprio autor do disparo”, na ocasião, “apresentou-se como policial".

“Logo em seguida misturou-se ao público, tomando destino desconhecido. (...) No calor dos acontecimentos e em busca de ajudar a elucidação do acontecido, pecamos na redação da referida nota”, continua a nota, que finaliza garantindo que haverá modificações em “alguns procedimentos de segurança, intensificando o processo de revista”.

Confira íntegra da nota do Bar do Cebolinha

Na data de 05/02, um dia após o incidente ocorrido em nosso estabelecimento, protocolamos junto ao 5° distrito policial uma solicitação de abertura de inquérito com a finalidade de esclarecer todos os fatos ocorridos.
Dentre outras coisas, nos colocamos à disposição da autoridade policial para quaisquer esclarecimentos, bem como o fornecimento das imagens do circuito interno do estabelecimento.
Vale ressaltar que, na petição protocolada naquela distrital, apenas repassamos informações que possuíamos no momento. Informamos que o próprio autor do disparo apresentou-se como policial e, logo, em seguida misturou-se ao público, tomando destino desconhecido.
Desde já pedimos sinceras desculpas a todos os policiais pelo constrangimento causado, os quais sempre mantivemos uma relação de cordialidade. No calor dos acontecimentos e em busca de ajudar a elucidação do acontecido, pecamos na redação da referida nota.
Entretanto, reforçamos aqui nossos mais humildes pedidos de desculpas à classe da segurança pública, uma vez que não tínhamos a intenção de prejudicá-los.O Bar do Cebolinha reforça o compromisso com seus clientes e preza pela busca da verdade. Em busca de melhores condições, modificamos alguns procedimentos de segurança, intensificando o processo de revista.

Redação O POVO Online 

TAGS