PUBLICIDADE
Notícias

Guardas municipais terão permissão para o porte de armas na prevenção da violência

A Prefeitura informa que os 116 guardas poderão atuar a partir do dia 12 de janeiro próximo, buscando prevenir a violência e o uso não letal de armamentos

15:30 | 04/12/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Convênio assinado entre a Prefeitura de Fortaleza e a Polícia Federal, na manhã desta segunda-feira, 4, possibilitará o treinamento de 116 integrantes da Guarda Municipal. Os agentes que compõem Guardas Comunitárias e o Grupo de Operações Especiais (GOE) terão facultado o porte de armas, com enfoque na prevenção da violência e defesa.

A solenidade de assinatura contou com o vice-prefeito de Fortaleza, Moroni Torgan, e o superintendente da Polícia Federal no Ceará, delegado Delano Bunn. Segundo Moroni, o treinamento de alto nível possibilitará a utilização de armas de fogo “no momento necessário e no tempo certo, além de terem todos os recursos em mãos para quando houver a necessidade de utilizá-las”.

O convênio permite a oferta do curso de armamento e tiro de 100h/aula para guardas aprovados por psicólogos, de acordo com a Lei do Estatuto do Desarmamento e o Regimento. A Prefeitura informa que os 116 guardas poderão atuar a partir do dia 12 de janeiro próximo, buscando prevenir a violência e o uso não letal de armamentos, “sendo a utilização de arma de fogo como último recurso de defesa”.

Na ocasião, o vice-prefeito também anunciou a inauguração das duas primeiras torres da Cédula de Proteção Comunitária para o próximo dia 22, nos bairros Jangurussu e Goiabeiras.

Redação O POVO Online

TAGS