PUBLICIDADE
Notícias

Ação em defesa do Rio Cocó traz atrações culturais e remada neste domingo

Iniciativa faz um convite à preservação ambiental por meio de remada no Rio Cocó em barcos, caiaques e outros meios de navegação, além de exposições e shows musicais gratuitos

16:20 | 03/11/2017
NULL
NULL

[FOTO1] Vivenciar o rio como pedaço que conta e redesenha as histórias da Cidade. É o que instiga a 1º Pororoca da Nación das Águas – A Melodia dos Rios, ação social em defesa dos rios idealizada pelas Organizações Não Governamentais (ONGs) Nación Pachamama e Coletivo Bem Viver junto aos povos ribeirinhos. A remada sobre o rio Cocó é o destaque da agenda que inclui ainda exposições, shows musicais e o ritual Toré, dos índios Tapebas, em programação que inicia neste domingo, 5, às 8 horas, na praia da Sabiaguaba.

 

O chamado para a consciência e preservação da natureza ocorre no dia em que o maior desastre ambiental do Brasil, a tragédia de Mariana, completa dois anos, e também Dia Nacional da Cultura. O ativista e coordenador do projeto, Kristiano Aguilar, explica a importância de entender o papel dos rios para a Capital. 

 

“A maior parte das pessoas pensa no Rio Cocó como algo distante e, na verdade, nossa cidade é nutrida e compreendida em dois grandes rios: Ceará e Cocó”, destaca. “Acontece que os nossos rios estão se transformando em esgotos, recebendo todos os tipos de resíduos e ninguém se sensibiliza porque parece que não fazem parte das nossas vidas”, lamenta.

O pescador Roniele Sousa conhece de perto os impactos da poluição nos rios. Ele pertence a 7º geração de pescadores da comunidade tradicional da Boca da Barra, que fica às margens do Rio Cocó. Roniele relata que é comum encontrar latas de refrigerante, copos descartáveis e outros resíduos por lá. “O pessoal joga lixo mesmo. Sem consciência”, narra.

 

O pescador também é coordenador do Coletivo Sabiaguaba Lixo Zero, que realizará um mutirão de coleta de lixo na região.  “Esse evento é fundamental para dar visibilidade sobre a existência da comunidade tradicional e mostrar um pouco da preocupação das comunidades ribeirinhas”, conta.

 

O projeto também ocorre em outras 23 cidades brasileiras. Atuam ainda na ação a Casa Camboa (biblioteca comunitária, que desenvolve atividades culturais, ambientais e incentivo à leitura), Comunidade Sabiaguaba (que alia a vida com a natureza e as vantagens da tecnologia), SOS Cocó (entidade de movimento socioambiental), além de Escola de Surf DC Titanzinho, Kayakeria, Associação de Stand up paddle do Ceará (ASUPCE) e Grupo Afago.

Serviço


1º Pororoca da Nación das Águas – A Melodia dos Rios

Quando: domingo, das 8 às 18h30min

Onde: Foz do Rio Cocó, na praia da Sabiaguaba, com concentração na barraca Sabiaguaba Park, também conhecida como barraca do Mamão

*Evento gratuito

Programação completa

8h - Mutirão de coleta do lixo - Coletivo Sabiaguaba Lixo Zero
9h às 10h – Música com Gustavo Portela
10h - Roda de Conversa sobre os rios e a vivência dos povos ribeirinhos.
12h às 14h – apresentações musicais
12h às 13h - Del Brando e Um Bando De Amor
13h30 às 14h30 - Soul da Calçada
14h - Ritual de agradecimento às águas
15h - Remada com surf, standup, caiaque, embarcações, rapel

A Remada pelas Águas fará um trajeto de cerca de 500 metros pelo rio Cocó, passando embaixo da ponte da Sabiaguaba

16h30 às 18h30 - apresentações artístico musical, entre elas de Del Brando e seu projeto musical Bando de Amor
16h30 às 17h30 - Um Bem Bolado (Paulo Belim, Gigi Castro e Marta Aurélia)
17h30 às 18h30 - Sita Sandoval (Cecília Moreira) e Oscar Arruda
18h30 - Toré dos índios Tapebas - Celebração da chegada
*Exposição de fotos durante toda a programação

 

Redação O POVO Online 

TAGS