PUBLICIDADE
Notícias

Crio realiza mutirão de consultas urológicas

Diagnóstico precoce do câncer de próstata garante cura em 90% dos casos

12:52 | 18/11/2017
Segundo mais comum entre os homens, o câncer de próstata é silencioso. A doença só apresenta sintomas em estágio avançado. Por isso, uma das principais saídas é o diagnóstico precoce, que garante a cura em cerca de 90% dos casos. Em comemoração ao Novembro Azul, campanha mundial de combate ao câncer de próstata, o Centro Regional Integrado de Oncologia (Crio), realizou na manhã deste sábado o 1º Mutirão Novembro Azul de atendimento gratuito à população. 

De acordo com a programação da campanha, 30 senhas para atendimento seriam distribuídas. De acordo com o médico uro-oncologista do Crio e mediador do evento, Alexandre Sabóia, devido a procura maior, os outros pacientes foram cadastrados e serão atendidos durante a semana. “A procura chegou a 60 pacientes. Nós não vamos deixar de atendê-los, a gente vai redistribuir esses pacientes que ficaram para atender durante a próxima semana, ninguém vai voltar sem ser atendido”, frisou. 

Ele explica que as dificuldades para o diagnóstico precoce perpassam a falta de informação sobre a doença e de cuidados dos homens com a saúde. “O homem não gosta de procurar médico, isso é cultural. O homem vai quando tá precisando. Quando os sintomas aparecem como obstrução e sangramento urinário, são indícios de quando o câncer já está avançado”, explica, destacando que os homens precisam consultar o urologista pelo menos uma vez por ano a partir dos 50 anos.

Apesar dos cuidados de Antônio dos Santos Gerônimo, 63 anos, com a saúde não serem frequentes, as informações sobre a doença fizeram com que ele procurasse o mutirão para fazer a consulta. “Eu vi sobre a campanha e
vim. Tenho que me cuidar, pode ser uma coisa mais séria, se cuidar a tempo dá certo”, ponderou. 
 
Apesar do tabu que ainda envolve a doença, o médico Alexandre explica que é necessário o exame de toque retal, que dura entre 10 e 15 segundos, e o exame de sangue antígeno prostático específico (PSA) para garantir o diagnóstico em casos de câncer de próstata. 
 
 
 
Redação O POVO Online



TAGS