PUBLICIDADE
Notícias

Pela 1ª vez, Operação Sorriso realiza enxertos ósseos gratuitos; triagem ocorre dia 28

Comemorando 20 anos, a missão humanitária realiza procedimentos mais complexos em pacientes que passaram por correção de lábio leporino

12:43 | 19/10/2017
NULL
NULL
Em 2017, comemora-se os 20 anos da Operação Sorriso. Pacientes que já realizaram a correção de fissura labiopalatina e precisam de enxerto ósseo, agora podem realizar a cirurgia gratuitamente. A novidade beneficiará cerca de 30 crianças e adolescentes, nas próximas semanas, em Fortaleza.  
 
[FOTO1]
 
A triagem começa no próximo dia 28. Realizadas em parceria com o Hospital Infantil Albert Sabin (Hias), as cirurgias vão ocorrer entre os próximos dias 30 de outubro e 2 de novembro. No Ceará, não há mais demanda reprimida para correção de lábio leporino, então agora o enxerto passa a ser oferecido. “Atualmente, os 36 procedimentos que realizamos mensalmente, em média, conseguem atender a demanda”, comemora a diretora geral do Hias, Marfisa de Melo Portela. 

Hugo Rodrigues é um dos cirurgiões plásticos que trabalham na missão fortalezense da Operação Sorriso. Ele explica que serão realizadas as cirurgias necessárias, mas os enxertos são prioridade. “É um procedimento mais complexo porque temos que tirar um pedaço do osso da pelve. Crianças a partir de oito anos podem passar por essa cirurgia”, indica Hugo.

Participação
O paciente e mais um familiar residentes fora de Fortaleza poderão solicitar hospedagem gratuita no dia da seleção. Para eles, a Operação Sorriso também oferece transporte do local da hospedagem à instituição de saúde, além de alimentação, tudo sem custo

Ao todo, 60 voluntários do Brasil e de outros países, como Estados Unidos e Venezuela, estarão envolvidos no programa. Todos os selecionados são profissionais de saúde especializados em fissuras labiopalatinas nas áreas de Cirurgia Plástica, Fonoaudiologia, Anestesiologia, Psicologia e Odontologia.
 
[FOTO2] 
 
Para Hugo Rodrigues, os esforços são resultado de trabalho contínuo junto a equipes locais. Felicitando os 20 anos da Operação, ele conta que o sentimento dos voluntários está no “serviço e a satisfação em fazer o bem ao próximo”. 

“Pela sexta vez, retribuo o que recebi com meu trabalho. O paciente precisa da cirurgia, o que vai reabilitá-lo e reinseri-lo na sociedade”, completa. A esperança do profissional é ainda mobilizar o poder público para maior suporte na reabilitação dos pacientes.

Desde 1997, mais de 3,6 mil pessoas em Fortaleza já foram beneficiadas. A cidade foi escolhida para a realização das primeiras operações com enxerto ósseo pela Operação Sorriso, no Brasil. “Nos sentimos orgulhosos e realizados em concluir essa etapa final do tratamento com o enxerto ósseo nos pacientes que acreditaram no nosso trabalho, seguiram nossas orientações e chegaram até aqui em condições de realizá-lo”, comemora Ana Stabel, diretora executiva da Operação Sorriso.

A Operação conta com profissionais de 60 países para ajudar exclusivamente pessoas nascidas com deformidades faciais, especialmente lábio leporino e fenda palatina. Em quase 35 anos de trabalho, já transformou a vida de mais de 240 mil crianças pelo mundo.

Serviço
Operação Sorriso - Programa Internacional de Fortaleza
Dia de seleção dos pacientes: 28 de outubro, a partir das 8 horas
Datas das cirurgias:  De 30 de outubro a 2 de novembro 
Informações: (85) 3101-4214 ou pelo site: www.operacaosorriso.org.br
Local: Hospital Infantil Albert Sabin (Rua Tertuliano Sales, 544 — Vila União)

Doações podem ser feitas direto em conta:
Associação Operação Sorriso do Brasil
CNPJ: 08.691.563/001-85
Banco Itaú – 341
Ag: 8729 C/C: 23082-4
Comunicar depósito através do e-mail: contato@operationsmile.org
Empresas também podem apoiar a Operação Sorriso com recursos financeiros, humanos ou contribuições em espécie ou através de parcerias corporativas.

TAGS