PUBLICIDADE
Notícias

Assembleia do Ceará aprova proposta para licença a servidor que doar medula óssea

Proposta segue para o governador Camilo Santana avaliar sua apresentação na forma de projeto de lei, alterando o Estatuto dos Funcionários Públicos do Estado

19:52 | 07/09/2017
Deputado Audic Mota no púlpito da Assembleia Legislativa do Ceará
Deputado Audic Mota no púlpito da Assembleia Legislativa do Ceará

[FOTO1]A Assembleia Legislativa do Ceará aprovou nessa quarta-feira, 6, uma proposta que prevê a concessão de oito dias de licença ao servidor estadual doador de medula óssea. De indicação e autoria do deputado Audic Mota, a proposta segue para o governador Camilo Santa avaliar sua apresentação na forma de projeto de lei, alterando o Estatuto dos Funcionários Públicos do Estado.

Segundo o parlamentar, o objetivo é incentivar o grande contingente de servidores à doação de medula, concedendo licença para sua recuperação clínica, após o procedimento cirúrgico e o período necessário de repouso.

Para ser doador de medula óssea a pessoa deve ter entre 18 e 55 anos e estar com boa saúde. A doação consiste em um pequeno procedimento cirúrgico, realizado em centro cirúrgico e sob anestesia, exigindo de internação por um período mínimo de 24 horas. É comum o doador retornar às suas atividades depois da primeira semana.

 

Redação O POVO Online

TAGS