PUBLICIDADE
Notícias

Dupla é presa em Fortaleza suspeita de clonar cheques bancários

Os dois homens foram presos nessa terça-feira, 22, nos bairros Messejana e Canindezinho. Com os suspeitos, a Polícia apreendeu folhas de cheques em branco e assinadas, cartões magnéticos, carimbos e outros materiais

22:48 | 23/08/2017
NULL
NULL

[FOTO1] 

Dois homens foram presos nessa terça-feira, 22, em Fortaleza, suspeitos de clonar cheques bancários. As prisões foram realizadas nos bairros Messejana e Canindezinho pelos agentes da Polícia Civil do Estado do Ceará, por meio de investigações da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF). De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), folhas de cheques em branco e assinadas, cartões magnéticos, carimbos e outros materiais foram apreendidos durante a ação policial.

Conforme investigações da delegacia especializada, o material apreendido serviria para fazer as clonagens de cheques obtidos de forma criminosa por pessoas envolvidas em furtos ou roubos de malotes e caixas eletrônicos de bancos sediados na Capital. O prejuízo calculado com as fraudes, com base em levantamentos da DDF, poderia chegar a R$ 2 milhões.

Douglas da Silva Severo, 24 anos, sem antecedentes, e Antônio de Sousa Lima, 37 anos, com passagens por receptação e roubo, foram presos e autuados pelos crimes de receptação, falsificação de documento particular e falsidade ideológica. Em depoimento, os suspeitos disseram que os cheques em branco chegavam até a casa dos infratores via Correios, de um endereço de Londrina, no Paraná. Os cheques furtados com os dados dos correntistas dos bancos serviam de base para a reprodução das folhas bancárias.

Segundo a SSPDS, a Polícia Civil permanece com as investigações para identificar a participação de outros envolvidos no esquema criminoso.

Redação O POVO Online

TAGS