PUBLICIDADE
Fortaleza
transportes

Trecho Borges de Melo - Parangaba do VLT é aberto para operação assistida; transporte é gratuito

Durante a fase assistida, o usuário não paga pelo serviço. VLT funciona de segunda a sexta-feira, de 6 às 12 horas

14:15 | 25/07/2017
A operação assistida do trecho Borges de Melo - Parangaba do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) foi aberta na manhã desta terça-feira, 25. O equipamento passa a transportar passageiros gratuitamente de 6 às 12 horas, de segunda a sexta-feira
 
A atual fase assistida sucede a operação experimental técnica (Foto: Aurélio Alves/O POVO)
 
A atual fase assistida sucede a operação experimental, “de caráter técnico”, conforme o presidente do Metrofor, Eduardo Hotz. “Agora, é um treinamento da população enquanto terminamos as obras. Fazemos essa operação não comercial com a população utilizando e fazendo a integração com a linha do metrô (na Parangaba)”, explica. O início da operação comercial não tem data definida

O trecho liga a avenida Borges de Melo, próximo ao prédio da Polícia Federal, no Bairro de Fátima, à Parangaba, passando também pelos bairros Vila União, Itaoca e Montese. São cinco quilômetros de extensão, com três trens, sendo um de reserva. Obras nesta parte do ramal estão 96% prontas. Novos reparos serão feitos apenas na estrutura das estações, mas “não impedirão de operar com a população”, completa Hotz.

Obra

O trecho integra o ramal VLT Parangaba - Mucuripe, que era esperado para a Copa do Mundo de 2014. Porém, apenas 30% do trecho entre a avenida Borges de Melo e o Iate Clube está concluído e ainda precisa de nova licitação, prevista para o dia 17 de agosto. O cálculo é do secretário da Infraestrutura do Estado, Lucio Gomes.
 
“Em termos de engenharia, a obra não é tão complicada. O problema é a remoção das famílias e indenização, que dependeu da aprovação da Assembleia”, reconhece Lucio. Segundo o Governo, 2.600 imóveis já foram desapropriados, em imóveis como Mucuripe, Varjota e Dionísio Torres. Apenas em 2017, foram gastos R$ 20 milhões em indenizações e pagamentos de aluguel social.

A expectativa do gestor é de maior participação de empresas no novo processo de licitação. Questionado, o secretário não soube dimensionar o impacto econômico do atraso da obra aos cofres públicos.
 
Também parte da obra, o “mergulho” sob a avenida Borges de Melo tem menos de 50% das obras concluídas. A construção do túnel ainda provoca desvios no trânsito da via, entre as ruas João Araripe e Via Láctea, desde 2013. A passagem subterrânea tinha previsão de seis meses para entrega, mas já dura quatro anos. A entrega ainda é prevista para 2017.
 
O governador Camilo Santana participou da cerimônia de abertura do VLT aos passageiros (Foto: Aurélio Alves/O POVO)
“Quando estiver pronta, a gente estima que 400 mil pessoas serão beneficiadas”, ponderou Lucio Gomes. O projeto prevê integração com a Linha Sul do Metrô na Estação Parangaba e com a futura Linha Leste no Terminal do Papicu. A Secretaria da Infraestrutura do Ceará (Seinfra) é a responsável pela obra, ficando a operação do sistema a cargo da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos (Metrofor).

Serviço
VLT trecho Borges de Melo - Parangaba
Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, 6 às 12 horas
Estação Borges de Melo (Rua Eng. Edmundo Almeida Filho, quase esquina com a avenida Borges de Melo) 
Estação Elevada da Parangaba (Av. Carlos Amora, próximo ao terminal de ônibus da Parangaba)

LUCAS BRAGA | ANA RUTE RAMIRES