PUBLICIDADE
Notícias

Polícia apreende 11 kg de crack em ponto de venda de açaí na Serrinha

Suspeitos foram presos nos bairros Serrinha, onde a droga era comercializada, e Henrique Jorge, onde havia material para fabricação de crack

21:55 | 18/07/2017
11,3 kg de crack apreendidos pela Polícia
11,3 kg de crack apreendidos pela Polícia
[FOTO1]Ponto de venda de açaí no bairro Serrinha servia de fachada para comercialização de crack. Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD) da Polícia Civil do Estado do Ceará realizou a prisão de três pessoas no local e apreensão de 11,3 kg de cocaína a partir de denúncia enviada por meio de WhatsApp.
 
As primeiras informações apontavam que um casal traficava drogas no ponto comercial. O proprietário do imóvel, que tinha acabado de comprar o ponto, é Cícero Gomes da Silva, de 35 anos, conhecido como "Bruno", e já responde pelos crimes de tráfico de drogas e homicídios. Cícero trabalhava com outros dois criminosos na comercialização de subsídios para a produção do crack, a exemplo da mineíta. Ação foi realizada no último dia 8.
 
Cícero foi preso no estabelecimento localizado na rua Professora Eloisa Ferreira Lima, no bairro Serrinha. A Polícia seguiu para o bairro Henrique Jorge, onde capturou o casal Francisca Márcia de Oliveira Sabino, de 22 anos, sem antecedentes criminais, e Willamy Teixeira Lima, de 21, que respondia por crime ambiental. Com eles, foram encontrados 6 kg de mineíta.
 
Ainda conforme a SSPDS, Willamy tentou agredir os policiais no momento da abordagem, mas foi contido. Os três suspeitos foram encaminhados para a sede da DCTD, no bairro de Fátima. O trio foi autuado em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de droga. Além dos dois crimes, Willamy foi indiciado por resistência.
 
"Fale com o secretário" 
 
A denúncia foi repassada por meio do WhatsApp "Fale com o secretário", que funciona há quase dois meses sob supervisão do titular da SSPDS, André Costa, conforme a pasta. Foram mais de 1005 conversas registradas do último dia 26 junho até o dia 14 de julho último. O atendimento funciona das 8 horas ao meio-dia e das 13 às 17 horas, de segunda a sexta-feira. A ferramenta, contudo, não substitui o número 190, da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).

Serviço
 
WhatsApp "Fale com o Secretário": (85) 98439-2904
Disque-denúncia da SSPDS: 181
Ciops: 190 
 
Redação O POVO Online
TAGS