PUBLICIDADE
Notícias

Grupo é detido após tiroteio entre facções do Pio XII e Lagamar

Três pistolas foram apreendidas. Polícia diz que suspeitos eram responsáveis por assaltos a comércios na Aldeota e Meireles

18:27 | 27/06/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Dois adultos foram presos e dois adolescentes apreendidos em operação do reservado do 8º Batalhão da Polícia Militar (BPM), em parceria com o Comando de Distúrbios Civis (CDC), do Batalhão de Choque. A ação aconteceu na tarde desta terça-feira, 27 na linha ferrea, bairro Pio xII, comunidade do Coqueirinho.

Segundo um policial militar do reservado que pediu para não ser identificado, existe uma briga entre facções do Lagamar e o Pio XII e nesta terça houve denúncia de um adolescente que havia participado de assaltos e homicídios, que estava escondido na área. Os policiais encontraram o jovem e em seguida encontrou uma vila de casas utilizada para armazenar drogas e armas. Lá foram apreendidas duas pistolas calibre 380 e uma .40. Esta última arma é da Polícia Militar.

Foram presos Aldeilton Gomes da Silva Costa, de 20 anos, e Leandro Jaderson Alexandre Moreno, de 19 anos, o último com antecedente criminal por roubo e ainda utilizava tornozeleira eletrônica. Os outros dois apreendidos são adolescentes de 17 anos. Conforme o policial do reservado, o grupo é suspeito de participar de assaltos a estabelecimentos comerciais no Meireles e Aldeota.  Há filmagens de roubos em que eles aparecem. 


[FOTO2] O sargento Cláudio Freitas, do CDC, informou que fazia saturação na área do Lagamar, quando recebeu informação de um tiroteio nos trilhos. "Chegando lá nos deparamos com o pessoal do reservado, que possuia informação de um grupo armado em uma residência", ressaltou.

Nesta manhã, conforme o policial, houve um homicídio no Lagamar, e há informações que poderiam ser os mesmos autores dos homicídios. "O adolescente declinou que eles estavam na guarita, que é como eles chamam, como se eles fossem soldados do tráfico. É um ponto de entrada da comunidade, que fica na linha do trem, uma vila de três casas, que é só fachada. As casas ficam fechadas e tem um aluga-se no portão", ressaltou.

 O procedimento seria realizado na Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA). O serviço reservado divulga o atendimento para denúncias via WhatsApp por meio do número 98760.1257 . 

TAGS