PUBLICIDADE
Notícias

Grupo que baleou PM usava fardamento escolar para cometer assalto; veja vídeo

Para não levantar suspeita, os assaltantes usavam farda, mochila e carregavam livros

19:44 | 24/04/2017
NULL
NULL

[FOTO1]Com fardamento escolar, mochila, livros e armas na cintura, uma quadrilha assaltou uma clínica de fisioterapia localizada Messejana, nesta segunda-feira, 24. Na ação, um policial militar que aguardava atendimento foi baleado e segue internado no Instituto Doutor José Frota (IJF), Centro.

Segundo o major Geraldo Neto, do Comando de Distúrbios Civis (CDC), Batalhão de Choque (BPChoque), um dos presos disse que o fardamento, o livro do 6º ano e a mochila eram dele, da época que frequentava a escola municipal. O objetivo da farda seria o de despistar a Polícia. Os suspeitos já haviam planejado o assalto na clínica com antecedência.

Conforme o major, os suspeitos relataram que o objetivo era roubar os clientes e que confundiram o policial militar com um segurança. No entanto, o oficial diz que o PM estava com a irmã na clínica para ser atendido e que chegou a cair no chão baleado, mas o grupo permaneceu atirando. O soldado de folga levou quatro tiros.

Imagens

[FOTO2]

O crime foi flagrado por câmeras do circuito interno de segurança do estabelecimento. As imagens mostram, às 13h11min, o momento que os dois primeiros assaltantes entram na clínica com as armas em punho apontando para dentro da unidade. Um deles também carrega uma mochila. Em seguida, mais dois entram, também fardados. Segundos depois, todos os integrantes aparecem correndo em direção à rua.

Lucas Dario Oreano, de 19 anos, e Wellington Henrique Nascimento da Silva, 24, foram presos em fuga. Um terceiro suspeito, Francisco Rogemberg Arruda Firmino, 19 anos, foi detido por uma composição do Ronda. Com eles, a Polícia apreendeu um revólver calibre 38, com cinco munições deflagradas. Os outros suspeitos relataram à Polícia que todo o fardamento usado na ação era de Wellington. 

Veja vídeo:

[VIDEO1] 

O caso

Segundo o comandante do Batalhão de Choque (BPChoque) tenente-coronel Cícero Henrique, os suspeitos estavam em uma motocicleta e armados. Eles foram reconhecidos como autores do assalto e conduzidos ao 30º DP (São Cristóvão) para realização do flagrante.

TAGS