PUBLICIDADE
Notícias

Prefeitura lança projeto de Ecopolos com modelo integrado de gestão de resíduos sólidos

O início do primeiro Ecopolo deve ser no dia 1o de abril, com a construção do Ecoponto da Leste Oeste/ Pirambu. Caso projeto piloto dê certo, o projeto será implementado em outros quatro pontos de Fortaleza

22:57 | 24/03/2017
Um homem com guarda-chuva atravessa a avenida Leste Oeste, com o canteiro central cheia de lixo
Um homem com guarda-chuva atravessa a avenida Leste Oeste, com o canteiro central cheia de lixo
[FOTO1] 
Requalificação da avenida Leste-Oeste, construção de lixeiras subterrânea e ciclomonitoramento, implantação de infraestrutura cicloviária, execução e requalificação de faixas de pedestre, de sinalização e colocação de grades no canteiro central, central telefônica para coleta de lixo. A partir de maio, as mudanças serão implementadas no primeiro Ecopolo de Fortaleza, ao longo da avenida avenida Leste-Oeste. Caso o projeto dê certo, a previsão da Prefeitura é de construir, pelo menos, em quatro outros locais da Cidade.
 
A escolha da avenida Leste-Oeste se deu pela série de problemas que faz do espaço uma das áreas mais críticas da Cidade em relação à gestão dos resíduos sólidos. Foram realizados estudos técnicos que envolveram diversos órgãos da administração municipal, como a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFOR), Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e a Secretaria Regional I.
 
Na região, além da existência de vias de difícil acesso para as equipes que fazem o recolhimento do lixo, também são identificados o descarte de resíduos em dias, horários e locais inadequados. O secretário de Conservação e Serviços Públicos, João Pupo, explica que a intenção é, após avaliação dos resultados dos trabalho, ampliar o projeto para outras regiões da cidade: Varjota, Dendé, Maranguapinho e Centro. 
 
“A proposta é aplicar um modelo integrado de gestão de resíduos sólidos, que envolva mobilização social e educação ambiental, algumas medidas de mudanças na logística de coleta na região, com requalificação urbana, monitoramento e fiscalização, pensando em expandir para outras áreas com igual necessidade”, explica o gestor. 
 
A intenção é que o projeto dos Ecopolos inicie na Avenida Leste-Oeste e crie um novo modelo na gestão de resíduos sólidos, repercutindo numa mudança dos aspectos de limpeza urbana da cidade. E que ajude a mudar o comportamento da população.
Redação O POVO Online
 
TAGS