PUBLICIDADE
Notícias

Manifestantes reivindicam entrega de residências do Minha Casa, Minha Vida

Cerca de 1200 famílias aguardam entrega de documento para dar entrada no processo para receber as casas

10:35 | 21/03/2017
NULL
NULL

[FOTO1] O Movimento Luta Por Moradia reuniu manifestantes na manhã desta terça-feira, 21, na Praça Primeiro de Maio, na avenida Aguanambi, para uma caminhada até a sede da Habitafor, no Bairro de Fátima. Os manifestantes reinvidicam a entrega de um dossiê para dar entrada ao processo do Minha Casa, Minha Vida.

Segundo a organização do movimento, cerca de 1200 famílias estão a espera do documento que deve ser entregue pela Caixa Econômica Federal. O grupo afirma que foi feito um acordo entre Ministério Público e Prefeitura que previa casas para essas famílias no Cidade Jardim 2, localizado no bairro José Walter.

 

"O nosso medo é que os apartamentos sejam invadidos e que as famílias que hoje moram de aluguel percam os apartamentos", afirma uma das lideranças do Movimento, Erisvaldo Neres. O Cidade Jardim 2 teve suas obras iniciadas há 3 anos.

 

A assessoria da Secretaria das Cidades por nota informou que, "conforme acordo fechado junto ao Movimento Luta por Moradia (MLM), que o processo de cadastramento dos beneficiários está em andamento, dentro do ritmo estimado. O perfil sócioeconômico das famílias já foi finalizado e atualmente estão sendo preenchidos os dossiês de acordo com a entrega da documentação por parte dos representantes do movimento, que estão periodicamente em contato com a equipe técnico-social da secretaria".

 

Já a Habitafor afirmou que o Movimento foi recebido pelo Secretário e que será marcado para esta quarta-feira, 22, uma reunião com a Secretaria das Cidades para definir amanha vai ter uma reunião entre habitafor e Secretaria das Cidades para definirem alguns assuntos.

Redação O POVO Online

 

TAGS