PUBLICIDADE
Notícias

Homem de 61 anos é assaltado e agredido na avenida Beira Mar enquanto praticava exercício

A vítima foi socorrida por pessoas que passavam pela avenida, depois que os assaltantes fugiram. A SSPDS informou que a PM realiza buscas para prender os três suspeitos

15:55 | 03/03/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Atualizada às 21h50min

Um coopista de 61 anos foi assaltado e agredido na manhã desta sexta-feira, 3, na avenida Beira Mar, no Meireles. O analista de sistemas Augusto Guilherme, que era aluno de uma assessoria esportiva e corria pelo calçadão no início da manhã, foi abordado por três criminosos, que fugiram sem ser identificados, conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

A ação ocorreu por volta das 5h30min, e a vítima foi levada a um hospital particular, depois de receber ajuda de outras pessoas que estavam na avenida. A SSPDS informou que o primeiro atendimento "foi devidamente realizado pelos agentes de segurança", mas ainda não foi registrado Boletim de Ocorrência sobre o crime.

[FOTO2]

Equipes da Polícia Militar realizam buscas para identificar e prender os suspeitos, ainda conforme a secretaria. Um instrutor de corrida, que pediu pra não ser identificado, ajudou a vítima quando ela chegava ferida, próximo ao hotel Gran Marquise. "Fiz um socorro como qualquer pessoa faria. Chamamos a ambulância e a família", disse ao O POVO Online.

Os objetos que teriam sido roubados na ação não foram informados. "A SSPDS reforça a necessidade de que a população registre Boletins de Ocorrência para que a subnotificação desses tipos de crimes diminua e as forças de segurança possam desenvolver esforços em conjunto para combater esse tipo de crime", completa a secretaria.

O comandante da Área Integrada de Segurança 6, coronel Wilson Melo, diz que a Polícia está trabalhando estratégias para conter esses crimes. "Há um empenho, através do Comando Geral da PM e da Secretaria, em minimizar o máximo possível essas ocorrências. Eu acredito que no menor espaço de tempo possível daremos repostas à população", frisa.

O hospital particular em que a vítima está internada não repassou informações sobre o estado de saúde, mas confirmou que ela estava na enfermaria aguardando exames.

Redação O POVO Online

TAGS