PUBLICIDADE
Notícias

DHPP pede prisão preventiva de estudante

Ele confessou ter matado o porteiro do condomínio onde morava

14:08 | 15/02/2017

A Divisão de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) encaminhou, hoje, à Justiça o pedido de prisão preventiva do estudante de direito Ivo Santos Jucá, 27. Ele confessou ter matado Roberto de Souza Ribeiro, 31, porteiro de seu condomínio, localizado no Bairro de Fátima, ao se apresentar e prestar depoimento junto à polícia.
De acordo com informações da Divisão, o crime ocorreu no dia 14 de outubro de 2016. Dias depois, o corpo da vítima foi encontrado por populares em uma cacimba no sítio Buenos Aires, na localidade de Cafundó, zona rural do município de Palmácia. A Divisão de Homicídios foi acionada e o caso começou a ser investigado.

Em depoimento na delegacia, Ivo Jucá afirmou que a vítima, que trabalhava a cerca de 15 dias no condomínio, foi levada do trabalho ao local do crime. Ele alega que o motivo da desavença com Roberto de Souza, seria o furto de bens, dentre eles um cordão de ouro, dinheiro e uma arma parte de coleção própria. De acordo com o DHPP, não foi confirmado se a vítima estava em posse dos bens furtados.

 

 

TAGS