PUBLICIDADE
Notícias

Casa triplex desaba e mata jovem em Fortaleza; pai dele fica ferido

Jefersson Boriz dos Santos, 23, era motorista e estava na sala, quando foi atingido pelos destroços. O pai dele teve escoriações

10:55 | 22/02/2017
NULL
NULL

[FOTO1]

Atualizada às 11h20min

Uma residência triplex em construção desabou na manhã desta quarta-feira, 22, e atingiu duas pessoas, na rua E, no bairro Passaré. Um jovem de 23 anos morreu no local, e o pai dele, de 53 anos, foi levado ao Instituto Doutor José Frota (IJF) com escoriações.

A casa que desabou, de número 3301, era de um mestre de obras que construía um kitnet para aluguel. O pai e filho eram moradores da casa 3291, ao lado do triplex, e estavam na sala no momento do acidente. As informações são da Defesa Civil do município.

A terceira casa, 3311, ficou parcialmente destruída, mas será demolida porque está comprometida. O coordenador da Defesa Civil, Cristiano Férrer, informou que a família da casa 3311 será encaminhada para o aluguel social.

 O caso foi registrado às 7h30min, e duas viaturas dos Bombeiros foram encaminhadas ao local para o atendimento - uma de salvamento e uma Auto Bomba-Tanque (ABT). As causas do acidente ainda estão sendo levantadas pela Perícia Forense.

 

"Os dois estavam em um mesmo ambiente do local. O pai foi atendido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel) e apresentava escoriações", disse a capitã Juliany Freire, relações públicas do Corpo de Bombeiros.

O filho foi identificado como Jefersson Boriz dos Santos, e o pai como Ubirajara Leite dos Santos, de acordo com o Corpo de Bombeiros. O POVO apurou que Jefferson era motorista terceirizado do Conselho Tutelar e, no momento do acidente, estava saindo para o trabalho.

Um morador da área, Manoel Carvalho, 54, contou que chegou ao local quando tudo já estava "no chão". "Eu conhecia os dois [vítimas], eram gente boa. Sempre vi que trabalhavam", relatou ao O POVO Online.

O barulho assustou as pessoas da rua, e o local foi isolado pela Defesa Civil, que ainda está no local em atendimento.

Redação O POVO Online

Com informações do repórter Thiago Paiva

TAGS