UFC recebe 119 bolsas de iniciação científica e inovação tecnológicaNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


UFC recebe 119 bolsas de iniciação científica e inovação tecnológica

As cotas de bolsas foram concedidas pela CNPq. Mesmo com o número, a quantidade de bolsas ofertadas no PIBIC continua abaixo do número de 2015

19:38 | 05/01/2017

A Universidade Federal do Ceará (UFC) recebeu 116 bolsas para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) e três para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC). A recomposição foi concedida pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Mesmo com a concessão adicional, o programa PIBIC conta 948 cotas, 6% a menos da quantidade ofertada no ano de 2015. Já o PIBITI teve um crescimento de 115% em comparação ao mesmo ano.

 

 

No ano passado, os programas sofreram com cortes significativos. De acordo com a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), a UFC recebeu um total de 462 bolsas para o PIBIC. Em 2015, esse número correspondeu a 595 cotas. O CNPq também disponibilizou para a instituição 12 bolsas para o PIBITI. Valor 54% abaixo em comparação a 2015.

 

 

A distribuição das novas bolsas vai seguir a ordem de classificação que segue a pontuação e os critérios estabelecidos no Edital PIBIC 2016/2017. A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) afirmou que vai disponibilizar um relatório da distribuição das bolsas por área de conhecimento e unidade acadêmica.

 

 

Diante dos cortes ocorridos no ano passado, a instituição expressou ser contrária a situação por acreditarem na essencialidade da manutenção dos programas. “Tais cortes comprometem a base do processo de formação em pesquisa nas instituições e a diminuição do número de bolsas implica, na prática, reduzir oportunidades e desperdiçar talentos”, declarou PRPPG por meio de nota pública em agosto de 2016 em relação aos cortes. Além disso, alegou que a redução compromete o presente e o futuro da ciência do País.

Programas
PIBIC: O programa objetiva apoiar a iniciação científica desenvolvida nas instituições de ensino ou de pesquisa pelos estudantes de graduação. Com a implementação da bolsa, o programa acredita incentivar a vocação científica entre o graduando, contribuir para reduzir o tempo médio da titulação de mestres e doutores, incentivar na formação de profissionais para se dedicarem a qualquer atividade profissional entre outros objetivos.

 

 

PIBITI: O programa visa estimular os universitários nas atividades de desenvolvimento tecnológico e processo de inovação. Com isso, acredita contribuir para a formação e inserção de estudantes em atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação; a formação de profissionais para fortalecer o potencial de inovação das empresas do País e para a formação de cidadãos capazes de participar de projetos de maneira criativa e empreendedora em suas comunidades.

 

Redação O POVO Online

TAGS