PUBLICIDADE
Notícias

Polícia apreende 103 quilos de droga em dois dias

As apreensões de maconha ocorreram em três ações distintas, entre os dias 10 e 12. Parte da droga era guardada dentro de uma geladeira

15:50 | 16/01/2017
NULL
NULL
[FOTO1] 
Cinco pessoas foram presas e 103 quilos de maconha foram apreendidos, em três ações distintas, realizadas por agentes da Divisão de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), entre as últimas terça-feira (10) e quinta-feira (12), em Fortaleza. Parte da maconha foi encontrada dentro da geladeira de um suspeito.
 

Segundo o delegado Sérgio Pereira, titular da DCTD, as primeiras prisões ocorreram na terça, quando um casal foi preso em flagrante, no bairro Tancredo Neves. Eles estavam com cinco quilos de maconha dentro do carro. Antônio Teles de Sousa Cruz, 27, afirmou ser o único dono da droga e contou que havia mais entorpecentes na sua residência.
 

Os agentes foram até o local e encontraram mais 40 quilos da droga, em diversos pontos da casa, inclusive dentro da geladeira. Também foram encontradas munições de armas calibre 38, 32, 12 e ponto 40. A mulher dele, Rafaela Lima Mourão, 24, também acabou presa por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse de munição de uso restrito e permitido. Conforme a delegada Patrícia Bezerra, que coordenou a ação, pela forma como a droga era armazenada, não havia como Debora não saber dos crimes.
 

Já no dia 12, no bairro Mondubim, a Polícia Civil flagrou o momento em que um homem saiu na calçada de casa, com duas crianças, para receber dois pacotes contendo 57 quilos de maconha. O receptador, Luís Vieira da Silva, 38, e o transportador da droga, Raimundo Nonato Façanha da Costa, 35, foram presos em flagrante. Nenhum dos dois tinha antecedentes criminais. Uma terceira pessoa, que seria proprietária da droga, já foi identificada e está sendo procurada.
 

O terceiro caso, no mesmo dia, ocorreu no bairro Antônio Bezerra. Um jovem de 22 anos, estudante de Direito, foi abordado pela polícia em uma diligência. Na residência dele foi encontrado um quilo de maconha. Apesar da quantidade da droga, Lauro Chagas de Oliveira Neto, foi preso por tráfico, porque investigações apontaram que ele estaria traficando drogas. Em depoimento, ele teria dito que "passava por dificuldades financeiras e viu no tráfico uma oportunidade de conseguir dinheiro fácil. Mas o que conseguiu foi dor de cabeça”, contou o delegado Sérgio.
 
Redação O POVO Online 

TAGS