PUBLICIDADE
Fortaleza
NOTÍCIA

Quadrilha é presa com armas de uso restrito na Barra do Ceará

Conforme a investigação da Polícia Civil, grupo planejava um sequestro em Fortaleza. Metralhadoras calibre .40 e 9 mm e uma pistola 9 mm foram apreendidas

19:28 | 26/12/2016

Quatro homens foram presos com armas de uso restrito das forças armadas, na comunidade do Gueto, Barra do Ceará. A quadrilha se preparava para realizar um sequestro em Fortaleza. As prisões ocorreram na sexta-feira, 23, mas foram divulgadas nesta segunda-feira, 26, pela Polícia Civil.

[SAIBAMAIS]A investigação que prendeu o quarteto teve início em outubro, quando presos de delegacias foram resgatados em Fortaleza. Um dos internos resgatados na época é Bruno Cavalcante Costa, conhecido como Bradesco. Ele foi preso na última sexta com três comparsas.


As informações colhidas na investigação da Delegacia de Repressão as Ações Criminosas Organizadas (Draco) identificaram a área de atuação onde a quadrilha de Bradesco atuava, no caso a comunidade do Gueto. Os policiais descobriram ainda que eles se preparavam para realizar um sequestro e montaram uma operação para a prisão do grupo.


No fim da tarde de sexta-feira, 23, policiais da Draco, com apoio da Divisão Antissequestro (DAS), fizeram ações simultâneas que resultaram nas prisões do grupo. Bradesco foi preso com dois comparsas, Otacilio Siqueira de Araújo Junior, 47 anos, e Daniel Targino, em um carro Celta no bairro Álvaro Weyne. Com eles, a Polícia apreendeu uma pistola 9 mm. Já Leandro Dutra da Cunha, vulgo Playboy, foi preso na Aldeota.


Na comunidade do Gueto, foram apreendidas duas metralhadores 9 mm e .40 da quadrilha. Eles foram autuados por porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e formação de quadrilha qualificada com emprego de arma de fogo.

TAGS