PUBLICIDADE
Notícias

Suspeita de uso de documento falso impede que adolescente faça prova

Segundo o pai do adolescente de 17 anos, ele chegou a apresentar o mesmo documento no sábado e foi autorizado a fazer as provas

17:32 | 06/11/2016

No segundo dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), um candidato não fez a prova na Capital por suspeita de apresentar documento de identidade falso. Segundo o pai do adolescente de 17 anos, que o acompanhava, o filho apresentou o mesmo documento no sábado, 5, e foi autorizado a fazer as provas do primeiro dia do Enem.

 

[SAIBAMAIS] 


"Ele fez a prova de ontem com essa mesma identidade. Se ele entrou ontem com esse documento, hoje não pode entrar", disse o pai à Agência Brasil. "O menino se preparou, veio aqui bem relaxado, mas essa situação o deixou estressado e constrangido", completou. O POVO Online opta por não divulgar as identidades dos dois.


A Agência Brasil procurou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão responsável pelo Enem, para se manifestar sobre o caso e aguarda resposta.


Redação O POVO Online, com informações de Agência Brasil

TAGS