PUBLICIDADE
Notícias

MP vai recorrer de decisão que absolveu acusados de matar advogado

O órgão requisitou a diretora da Divisão de Homicídios, Socorro Portela, a instauração de um novo inquérito para ouvir novas testemunhas

20:32 | 22/11/2016

O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE) vai recorrer da decisão que absolveu, na madrugada desta terça-feira, 22, Cleiton Silva de Sousa e Antônio Silvano Alves, acusados da morte do advogado Evaneudo Soares Martins, em agosto de 2013. O órgão requisitou a diretora da Divisão de Homicídios, Socorro Portela, a instauração de um novo inquérito para ouvir novas testemunhas.


A acusação do MP apresentou a tese de que o advogado mantinha um relacionamento com Cleiton Silva. O término da relação, bem como o fim de regalias financeiras, teria levado Cleiton a assassinar Evaneudo Sousa. Antônio Silvano Alves foi apontado como coautor do assassinato.

 

Para a defensora pública Liana Lisboa Correia, a tese da acusação, sobre o relacionamento, foi “construída por falsas verdades em cima de depoimentos não tão fortes”. Os dois réus negaram ter matado Evaneudo. Afirmaram que estiveram na rua, no dia do crime, para ajeitar ventiladores na casa da vítima. O serviço não teria sido feito, porque, segundo eles, Evaneudo disse, por interfone, que iria atender um cliente.

 

A dupla foi absolvida pelo júri popular por maioria dos votos. A tese sobre o relacionamento pegou a família de surpresa, que negou ter conhecimento da relação apontada pela acusação.

TAGS