PUBLICIDADE
Notícias

Fortaleza recebe Conexões Médicos Sem Fronteiras neste mês de novembro

Organização humanitária internacional promove exposições, filmes, debates e 'contação' de histórias, além de seminário de jornalismo para debater cobertura de crises

15:50 | 04/11/2016
NULL
NULL

[FOTO1] 

A organização Médicos Sem Fronteiras promove, entre os dias 11 e 20 de novembro, uma série de atividades gratuitas em Fortaleza. O Conexões MSF traz para a capital cearense programação diversificada para ampliar o conhecimento do público sobre o trabalho de ajuda humanitária desenvolvido no mundo inteiro.

O evento também contará com pré-seleção de candidatos para trabalhar com o MSF em cerca de 70 países. Os profissionais da organização vão participar de oficinas para falar sobre o desafios do acesso a medicamentos e questões relacionadas a patentes farmacêuticas.

Em sessão especial de cinema na Livraria Cultura, será transmitido o filme ''Affliction – o Ebola na África Ocidental'', seguido de um bate-papo com a diretora-geral de MSF-Brasil, Susana de Deu, e com a psicóloga Ionara Rabelo, que atuou no combate à epidemia na Libéria.

Outros quatro documentários (''Acesso à Zona de Perigo'', ''Caminhos da Vacina'', ''Fogo nas Veias'' e ''MSF (Un)limited'') serão exibidos no Porto Iracema das Artes, TruckVille Food Park, Cinema do Dragão Fundação Joaquim Nabuco e Livraria Cultura.

No shopping RioMar, será montada uma exposição fotográfica com 72 imagens que sintetizam o trabalho do MSF de atender pessoas em meio a conflitos armados, epidemias, desastres naturais ou sem nenhum acesso a cuidados de saúde.

O Centro Cultural Bom Jardim receberá festival infantil com oficina de arte e 'contação' de histórias sobre temas relacionados aos refugiados e à doença de Chagas. Outras sessões de 'contação' serão realzadas pelo grupo Costureiras de Histórias no Sesc e no Shopping RioMar Fortaleza.

No terminal Antônio Bezerra, estará em exibição a mostra interativa ''Caminhos da Vacina'', com fotos, vídeos, textos e mapas relacionados aos desafios para vacinar populações de áreas carentes. A entidade estima que, em média, cerca de 22 milhões de crianças com menos de um ano de idade não são imunizadas adequadamente.

Por último, o Conexões MSF promoverá um seminário de jornalismo voltado exclusivamente para profissionais e estudantes de comunicação. Com o “Ajuda humanitária em pauta – como cobrir conflitos armados, desastres naturais e epidemias discutirá’’, a atividade será realizada no Cine Cocó.

Intervenção artística
Com o objetivo de levar para cada cidade visitada uma intervenção artística duradoura, o Conexões MSF inclui seu “Diário de Arte” no Festival Concreto. Um muro será grafitado a partir das experiências de profissionais que atuam na questão humanitária, com finalização da obra programada para 12 de novembro.

SERVIÇO
Conexões MSF em Fortaleza
Data: 11 a 20 de novembro
Programação completa disponível em msf.org.br/conexoes

 

 

Redação O POVO Online com informações do MSF

TAGS