PUBLICIDADE
Notícias

Traficantes presos em operação Rave Over são condenados

A operação resultou na maior apreensão de droga sintética do Norte e Nordeste

18:00 | 16/08/2016

Dois traficantes presos em novembro do ano passado foram condenados a nove anos de reclusão pelo crime de tráfico de drogas e associação para o tráfico. A operação da Delegacia de Combate ao Tráfico de Drogas (DCTD), resultou na maior apreensão de de droga sintética do Norte e Nordeste. A decisão do juiz Ermani Pires Paula Pessoa Junior, titular da 1ª Vara de Delitos de Tráfico do Fórum Clovis Beviláquia e foi divulgada pelo Tribunal de Justiça nesta terça-feira,16.

A decisão condenou Antônio Leandro Lino Bezerra e Bruno Nogueira Bezerra , que foram presos na operação Rave Over, com mais 12 pessoas. O magistrado disse que a materialidade do delito encontra-se "fartamente comprovada pelos laudos e exames toxicológicos, bem como pelo termo de apreensão da droga", relatou.  

 Conforme os autos, Bruno era responsável por guardar a droga e era investigado. Durante as campanas os policiais civis encontraram Antônio Leandro em atitude suspeita. Com ele a Polícia encontrou 25 comprimidos de drogas sintética.

Em matéria do O POVO divulgada no mês de dezembro de 2015, a  adjunta da Delegacia de Combate ao Tráfico (DCTD), delegada Patrícia Bezerra, relatou em coletiva de imprensa que foram apreendidos R$ 220 mil em drogas sintéticas.  

O grupo é apontado como responsável pela distribuição dos entorpecentes em uma barraca na Praia do Futuro. Também aconteceram prisões nos bairros Dionísio Torres, Dunas, Papicu, Aldeota, Meireles e no Pirambu.

 

 

TAGS