PUBLICIDADE
Notícias

Operação da PF prende suspeitos de ataque à Caixa Econômica

Polícia Federal investiga grupo criminoso há um ano e meio

19:09 | 21/06/2016
A Polícia Federal (PF) cumpriu dois mandados de prisão preventiva e temporária durante a Operação Arpão, resultado do inquérito policial que investiga um grupo criminoso suspeito do ataque à agência da Caixa Econômica Federal (CEF), no bairro Bom Jardim, em fevereiro de 2015. As prisões foram realizadas nesta terça-feira, 21.

[SAIBAMAIS2]Além dos mandados de prisão, a 9ª Vara da Justiça Federal expediu um de busca e apreensão. Cerca de 12 policiais federais participaram da operação e prenderam dois homens naturais de Boa Viagem e Fortaleza, com 41 e 38 anos. Vários documentos foram apreendidos na residência dos suspeitos.

Segundo a PF, o grupo criminoso é investigado há mais de um ano. Durante o levantamento, foram colhidas diversas provas que apontam para a participação de três homens no roubo a agência da CEF. Um dos suspeitos foi morto em novembro de 2015, em confronto armado com um grupo rival. Todos respondem por crimes de roubo em diversas modalidades, tanto por ataques as agências, quanto por abordagem a clientes nas saídas dos bancos.

A dupla presa pela PF responderá pelo crime contra o patrimônio e poderão ter penas que chegam a 20 anos de reclusão.
TAGS