PUBLICIDADE
Notícias

Fortaleza deve oferecer hospedagens de curta duração em cabines

As cabines oferecem aos clientes rede Wifi, TV a cabo, controle de temperatura, isolamento acústico e tomada universal para quem quiser descansar ou um local tranquilo para trabalhar

17:00 | 09/05/2016
NULL
NULL
Tirar um cochilo durante os intervalos de uma atividade para outra tornou-se possível com o surgimento de um novo estilo de hospedagem. A novidade trata-se de pequenos dormitórios individuais em formato de cabines disponibilizados em cantos estratégicos da cidade, como aeroportos e em bairros centrais, oferecendo conforto e tranquilidade em meio ao “caos urbano”. Esse novo tipo de serviço já é realidade em algumas capitais do País, como Rio de Janeiro, São Paulo, Recife, e em breve pode estar em Fortaleza.
 
Com designers modernos feitos de alumínio, aço escovado e isolamento termoacústico, as cabines oferecem aos clientes rede Wifi, TV a cabo, controle de temperatura, isolamento acústico e tomada universal para quem quiser descansar ou um local tranquilo para trabalhar. Em entrevista ao O POVO Online, o sócio da empresa Siesta Box, Boris Wolfernson, afirmou que o novo estilo de hospedagem atende a diversas necessidades. “A gente atende muita demanda de executivos e de família. Tem muita gente que utiliza para dormir, trabalhar ou para ficar com os filhos, em que eles podem assistir televisão em um local mais tranquilo”, disse.
 
[VIDEO1] 
 
A Siesta Box possui quatro cabines no Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife, com a inauguração de mais seis neste mês. A empresa também vai inaugurar dez dormitórios desse modelo no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, e está estudando para trazer o negócio para Fortaleza. Segundo Boris, a ideia surgiu com a necessidade de trazer algo novo para o País. “A gente trabalha com hospedagem há muitos anos e em quatro anos a gente começou a desenvolver esse projeto. Fizemos várias viagens internacionais para chegar a esse modelo”, explicou.
 
[SAIBAMAIS3] 
 
Para utilizar o serviço, basta agendar o dia e o horário por meio do site da empresa ou por meio de um painel na porta das cabines.  “Nós tempos opções a partir de 1 horas, que custa R$ 39,90, até 12 horas por R$ 154,90”, explicou o empresário. A cada hora solicitada a mais o valor aumenta R$ 15. As cabines dispõem de um sistema de sinalização que avisa ao cliente sobre o fim do serviço.
 
A limpeza dos dormitórios de curta duração recebe atenção especial pelo Siesta Box devido ao grande fluxo de pessoas nos aeroportos. “O ponto principal do projeto é a limpeza. Limpamos tanto a parte física do dormitório como o ar. O material utilizado é o mesmo nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI)”, enfatiza. 
 


TAGS