PUBLICIDADE
Notícias

Árvores da Praça Portugal são podadas durante obra

Os serviços foram iniciados na manhã desta sexta-feira, 13, nas subpraças ao lado da praça principal

17:46 | 13/05/2016
NULL
NULL
Árvores do entorno da Praça Portugal foram podadas na manhã desta sexta-feira, 13, durante as obras de requalificação do local. Por volta das 8 horas, os cortes começaram a ser feitos na vegetação localizada em um dos quatro espaços de convivência próximos ao equipamento (subpraças).

De acordo com testemunhas, três caminhões carregaram os restos provenientes da poda. Duas palmeiras da área central da praça também teriam sido removidas, segundo os relatos.

As imagens dos caminhões transportando os restos da poda circularam pelas redes sociais, recebendo críticas dos usuários. As fotografias foram compartilhadas pelo analista de marketing Moisés Santos, 38 anos, que trabalha em um dos prédios da região.

Ele se mostrou preocupado com a intervenção. “Não foram cortadas, mas estavam sendo podadas quase em toda totalidade. A minha preocupação é que, com esses cortes, elas não resistam”, disse.
[FOTO2]
Para Moisés, mesmo não sendo suprimidas, as árvores podadas podem provocar impacto, porque afeta na cobertura da área verde da região. “A impressão é que elas foram bastante podadas. Eram três caminhões que saíram carregados. Isso significa que tiraram bastante”, comenta.

De acordo com a Secretaria Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), o que ocorreu nesta sexta-feira, 13, "podas para o fortalecimento das árvores, acompanhadas por técnicos da Seuma e realizadas pela Urbfor, responsável pelas podas de árvores em Fortaleza". O órgão informou que nenhum árvore foi suprimida.

Sobre a possível retirada de alguma vegetação, a secretaria disse que foram identificadas árvores com risco de queda em vistoria realizada na praça por engenheiros ambientais, agrônomos, biólogos, paisagistas, com auxílio do Movimento Pró-Árvore e do Coletivo Verdejar. A retirada dessas plantas ainda está em avaliação, segundo a Seuma.

Obra
As obras na Praça Portugal começaram no dia 18 de abril. Entre as intervenções previstas, estão reforma da área central e das outras quatro áreas do entorno e faixas de pedestre elevadas.

A praça será adotada por quatro construtoras que assinaram termo para início das intervenções. As empresas C. Rolim Engenharia, Marquise, Fujita e Mercurius serão responsáveis pela reestruturação e manutenção. Com a adoção, a Prefeitura buscou economizar R$ 5 milhões, orçamento previsto para o projeto.

O projeto prevê uma área de praça quatro metros menor. Com esse espaço a mais, haverá quatro faixas de trânsito ao redor da rotatória, sendo uma  exclusiva para ônibus. Está prevista ciclofaixa. A conclusão está prevista para agosto.

Redação O POVO Online 
TAGS