PUBLICIDADE
Notícias

'A Justiça fez justiça', diz Valdemiro Barbosa sobre pedido de prisão negado

Segundo Valdemiro, a responsabilidade dos acontecimentos nas unidades prisionais, com casos de rebeliões, fugas e mortes, não é da categoria

18:59 | 31/05/2016
NULL
NULL
O presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Ceará (Sindasp-CE), Valdemiro Barbosa, disse que já esperava essa decisão da Justiça, que negou o pedido de prisão preventiva contra ele, formulado pelo Ministério Público do Estado (MP-CE). Segundo Valdemiro, a responsabilidade dos acontecimentos nas unidades prisionais, com casos de rebeliões, fugas e mortes, não é da categoria.

"Recebi a notícia com muita tranquilidade. O juiz tem toda a propriedade e tomou a decisão embasada na realidade. Ficamos muito satisfeitos, a Justiça fez justiça", comentou Valdemiro ao O POVO Online.

[SAIBAMAIS2]Para o presidente do Sindasp, a categoria fez os encaminhamentos necessários para atingir seus objetivos e não teve intenção de "provocar qualquer tumulto". Valdemiro criticou o Governo do Estado e ressaltou as condições dos agentes penitenciários. "Somos a segunda vítima do sistema prisional. Nossa categoria é tranquila, é uma das profissões mais perigosas e vem sendo massacrada pelo Governo. É um ambiente insalubre, trabalhamos em condições precárias. A instabilidade é por causa da falta de investimento, tem superlotação, falta defensor público, espaço de alimentação de qualidade", relatou.

Na justificativa da decisão contra o pedido de prisão, o juiz responsável pelo caso, Edísio Meira Tejo Neto, considerou não haver "elementos suficientes" de que Valdemiro "represente ameaça à ordem pública".

"Qual o perigo (à ordem pública)? Sou um líder classista, exerço dentro do Sindicato, sequer trabalho dentro das unidades prisionais. Coloco em pauta o que minha categoria deseja", finalizou.
TAGS