PUBLICIDADE
Notícias

Livro em homenagem a Audifax Rios será lançado neste sábado

Obra do poeta Dideus Sales conta com ilustrações do escritor, artista plástico e colunista do O POVO, morto em abril do ano passado

18:02 | 20/04/2016
NULL
NULL

Será lançado neste sábado, 23, o livro Audifax Rios: sonhos, cores e palavras, uma homenagem póstuma ao escritor, artista plástico, ilustrador e colunista do O POVO, morto em abril do ano passado, aos 69 anos, por um infarto.

Escrita pelo poeta Dideus Sales, a obra traz ilustrações de Audifax, um artista multifacetado, elogiado pela crítica e relembrando pelos amigos como um homem reservado, cuja simplicidade saltava aos olhos.

O livro, que estará à venda por R$ 35, é divido em três partes: a primeira, O Traço, trata sobre o Audifax artista plástico; na segunda, a Palavra, são revisitadas as obras do Audifax escritor; a terceira, a Pessoa, traz poemas que versam sobre o talento e a personalidade do artista.
[SAIBAMAIS 4]
A obra, segundo Sales, é resultado de mais de 30 anos de convivência com Audifax, amigos tão próximos, que compartilhavam o dia a dia de suas casas.     

"Ele foi meu parceiro em vários trabalhos, ilustrou oito livros meus, as capas de três CD's de poemas declamados por mim e colaborou sempre com a minha revista Gente de Ação", conta o poeta, que não poupa elogios ao amigo, cujo traço, é "inconfundível".

"Audifax era uma pessoa de uma alma imensa, de uma genialidade ímpar, escritor fabuloso e romancista de mão cheia. Ele conseguia retratar o Nordeste com seu traço e quem já conhecia o seu trabalho já o reconhecia pela distinção do seu trabalho", diz.

Ainda de acordo com Dideus, a obra é resultado de uma transformação do que seria um perfil biográfico, escrito para homenagear Audifax ainda em vida, durante a celebração ao seus 70 anos de idade.

[FOTO2]

"Essa lacuna que ele deixou no meio da intelectualidade e na arte cearense fez a gente criar essa homenagem. Não tenho interesse de vender o livro, mas de divulgar o trabalho deixado por ele para que possamos nos deleitar", frisa.

O também amigo e escritor, Raymundo Netto, se emociona ao relembrar do jeito doce de Audifax. "Era um anjo, um príncípe em pele de sapo, com aquele jeito de senhor, sempre calado, mas não tinha quem dissesse que era um gênio, um pesquisador e leitor ferrenho que valorizava a cultura cearense", complementa.  


Serviço
Lançamento do livro Audifax Rios: sonhos, cores e palavras
Quando: dia 23 de abril (sábado), a partir de meio dia
Onde: Flórida Bar - rua Dom Joaquim, 68, Praia de Iracema
Valor: R$ 35

TAGS