PUBLICIDADE
Notícias

Justiça realiza nova audiência do "caso frentista" nesta sexta-feira

Duas testemunhas de defesa dos réus Francisco Vanderlei Alves da Silva, Antônio Ferreira Barbosa Júnior, Elidson Barbosa Valentim e Haroldo Cardoso da Silva, foram ouvidas

23:01 | 08/04/2016

Duas testemunhas de defesa dos réus Francisco Vanderlei Alves da Silva, Antônio Ferreira Barbosa Júnior, Elidson Barbosa Valentim e Haroldo Cardoso da Silva, foram ouvidas nesta sexta-feira, 8, pela juíza Adriana Aguiar Magalhães, titular da 5ª Vara Criminal de Fortaleza.

Os quatro são os policiais militares acusados do sumiço do frentista João Paulo Sousa Rodrigues, que foi visto pela última vez no dia 30 de setembro do ano passado, no bairro Santa Rosa.

De acordo com o site do Tribunal de Justiça do Estado do Ceará (TJCE), uma nova sessão foi marcada para o dia 20 deste mês, no Fórum Clóvis Beviláqua, para a oitiva de três peritos criminais. Depois, será marcado o interrogatório dos réus, que consiste no último ato da instrução

Relembre o caso

Imagens de um circuito de segurança flagraram o momento em que uma viatura abordou o rapaz e o levou até outro carro.

Em 8 de outubro, foram presos Francisco Vanderlei Alves da Silva, Antônio Ferreira Barbosa Júnior e Elidson Barbosa Valentim. Já Haroldo Cardoso da Silva foi apreendido no dia 10 de novembro.

Os policiais negam envolvimento no crime e dizem que, na realidade, as pessoas do carro seriam amigos do frentista. João Paulo desapareceu após sair de casa para trabalhar no posto de combustível. Deixou a mulher e a filha de um ano de idade. Ele não possuía antecedentes criminais.

Redação O POVO Online

TAGS