PUBLICIDADE
Notícias

Morre o memorialista cearense Christiano Câmara

Ele estava internado, em um hospital no bairro Meireles, desde o mês passado por complicações nos pulmões e no coração

07:37 | 22/03/2016
NULL
NULL

Na madrugada desta terça-feira, 22, morreu o memorialista, colecionador e pesquisador cearense Christiano Câmara, aos 81 anos. Ele estava internado desde o dia 28 de fevereiro e faleceu em decorrência de problemas cardio-respiratórios.

Christiano Câmara e sua esposa, Douvina, mantém em sua residência, na rua Baturité, no Centro, um acervo de 20 mil discos de vinil e de cera, CDs e rádios antigos.Ele deixa duas filhas e cinco netos.


[SAIBAMAIS1]De acordo com a família, o velório será no Ternura das 8h30min às 15h30min e o o enterro no Cemitério São João Batista às 16h30min.


Leia a entrevista das Páginas Azuis feita com Christiano Câmara e sua esposa dona Douvina em 2008


A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), em nome do secretário Fabiano dos Santos, publicou uma nota de pesar pela morte do memorialista:

"A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) manifesta profundo pesar pela perda do grande pesquisar, memorialista, colecionador, debatedor e, principalmente, do ser humano Christiano Câmara. Um dos maiores pesquisadores de todo o Brasil, quanto aos temas da história, da cidade, do cinema, da música, das revistas. Acima de tudo, o dono de uma prosa sem igual, que brotava da gentileza com que abria as portas de sua casa-museu-acervo para receber quem quer que fosse, em uma viagem sem fim pela Fortaleza e pelo País de ontem, como tivesse o poder de contorcer a espiral do tempo e de nos fazer voltar, encantados, aos anos 10, 20, 30, 40, 50. Aos tempos de delicadezas, mas também da veemência, tão característica de Christiano".

Redação O POVO Online

TAGS