PUBLICIDADE
Notícias

Família e amigos dão adeus a juiz morto em assalto

Muitos amigos estiveram presentes e prestaram solidariedade aos familiares na funerária Ethernus, na Aldeota, onde o corpo foi velado.

20:01 | 09/03/2016

Foi celebrada sob forte comoção na tarde desta quarta-feira, 9, a missa de adeus ao juiz Edvalson Florêncio Marques, 77, morto após ser baleado em assalto no Cocó, na última terça-feira, 8. Muitos amigos estiveram presentes e prestaram solidariedade aos familiares na funerária Ethernus, na Aldeota, onde o corpo foi velado.

Edvalson foi abordado por dois adolescentes e atingido com um tiro na perna enquanto caminhava com a esposa. O crime ocorreu na Praça Engenheiro Pedro Felipe Borges, conhecida como Praça Oficina do Senhor. Até a noite desta quarta, o local ainda apresentava marcas de sangue da vítima.

[SAIBAMAIS1] 

Conforme o major Hideraldo Belline, do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM), um adolescente suspeito de participar do assalto foi detido após o crime. O menor foi encontrado na rua Santo Afonso, no Papicu, dentro da comunidade "Pau Fininho".

O Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) divulgou nota lamentando a morte do juiz aposentado. “Que todos os envolvidos no crime sejam detidos pela polícia e respondam pelo ato. E ainda que a violência que tanto amedronta nossa gente arrefeça para termos novamente uma cidade com espaços possíveis de serem melhor ocupados”.

Apesar do ocorrido, a rotina na praça não sofreu grandes alterações. Alguns populares caminhavam no local nesta tarde e frisaram necessidade de mais policiamento na área.

Edvalson Florêncio foi presidente da Caixa de Assistência dos Advogados do Ceará (Caace) entre 1983 e 1985. O juiz recebeu homenagem da OAB-CE em 2013.
Após o velório, por volta das 16 horas família e amigos seguiram para o sepultamento no cemitério Parque da Paz, no Passaré.

TAGS