PUBLICIDADE
Notícias

Projeto de lei prevê que carros compartilhados trafeguem por faixas exclusivas de ônibus

Segundo a proposta, os automóveis devem acessar os corredores exclusivos por integrarem o sistema de transporte público do Município

18:37 | 03/02/2016
Viabilizar o trânsito de carros compartilhados nas faixas exclusivas para ônibus em Fortaleza é o objetivo do projeto de lei que segue para tramitação na Câmara Municipal. Proposto nesta semana pelo vereador Evaldo Lima (PCdoB), o texto considera que os automóveis devem acessar os corredores exclusivos por integrarem o sistema de transporte público do Município. 

Anunciado como projeto-piloto, o primeiro sistema público de carros compartilhados do País deve funcionar a partir da segunda quinzena de abril em Fortaleza. Na primeira etapa, a Capital deve receber dez estações com um total de 15 veículos 100% elétricos. Usuários do Bilhete Único devem ter desconto no sistema. 

De acordo com Evaldo Lima, a proposta do projeto de lei é priorizar a mobilidade por meio de alternativas de modais coletivos. “Queremos criar ainda mais condições para que o cidadão seja um usuário do sistema; tanto pela utilização do bilhete único, que garante desconto, quanto pela facilidade do acesso rápido aos locias pelo uso do espaço destinado ao transporte público”, afirma o parlamentar. Segundo o texto, os carros compartilhados devem trafegar na faixa exclusiva de forma análoga ao que já ocorre com táxis.

Carros compartilhados

A previsão é que as primeiras dez estações sejam distribuídas nos seguintes pontos: Praça do Ferreira, Parangaba, Igreja de Fátima, Benfica, Aeroporto, Beira Mar e shoppings Del Paseo, Iguatemi, Riomar e North Shopping.

Até 2017, a previsão é que 30 estações e 47 carros sejam instalados na Capital. O usuário não terá custo para a manutenção do veículo e combustível. Para utilizar um dos veículos, deverá ser feito cadastro em um aplicativo para celular. 

Quem desejar utilizar o sistema, deve informar, com pelo menos 15 minutos de antecedência, a estação em que pegará o carro e o sistema apresentará quais os locais dos veículos disponíveis.  Deverá ser informado também em qual estação o carro srá devolvido. A tarifação será por tempo de utilização. 
 
Redação O POVO Online 

TAGS