PUBLICIDADE
Notícias

HUWC inaugura ambulatório para tratamento de tumores de base do crânio

O acesso à unidade depende de encaminhamento dos profissionais que trabalham nos ambulatórios afins - Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Otorrinolaringologia e Neurologia

23:45 | 12/01/2016
NULL
NULL

O Hospital Universitário Walter Cantídio (HUWC) inaugurou o primeiro ambulatório público para tratamento de tumores de base de crânio do Ceará, se tornando o único da rede pública do Estado a contar com esse serviço.
O acesso à unidade depende de encaminhamento dos profissionais que trabalham nos ambulatórios afins – Cirurgia de Cabeça e Pescoço, Otorrinolaringologia e Neurologia, na rua Capitão Francisco Pedro, bairro Rodolfo Teófilo.

O HUWC é uma unidade do Complexo Hospitalar da Universidade Federal do Ceará (UFC) pertencente à rede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

"A ideia da cirurgia craniofacial ou de base de crânio, é tratar de tumores que estão na interface entre a face e o crânio", falou o cirurgião Márcio Stuart, ressaltando a importância da unidade hospitalar à realização de procedimentos médicos complexos.

A região perpassa crânio, face e seus espaços, envolvendo pelo menos três especialidades distintas: cirurgia de cabeça e pescoço, otorrinolaringologia e neurocirurgia. "Aí está a importância do Hospital Universitário Walter Cantídio. Porque aqui temos um centro onde encontramos tudo isso", pontuou o cirurgião.

Hospital Universitário Walter Cantídio

Hospital-escola importante para a formação de residentes há anos, o hospital sediou a primeira residência Norte/Nordeste de Cirurgia de Cabeça e Pescoço, em 2005.

Desde então, tem sido inovador em várias áreas de atuação dessa especialidade, como a criação do ambulatório específico para cirurgia de base de crânio. Com atividades iniciadas recentemente, sete procedimentos já foram realizados no hospital da UFC.

O ambulatório específico para tratar tumores de base de crânio faz parte do Serviço de Cirurgia de Cabeça e Pescoço do HUWC.

Redação O POVO online

TAGS