Corpos de família paranaense morta em acidente são enviados ao ParanáNotícias de Fortaleza
PUBLICIDADE
Notícias


Corpos de família paranaense morta em acidente são enviados ao Paraná

Colisão ainda matou duas outras pessoas e deixou 11 feridas

18:29 | 03/01/2016
NULL
NULL
Os cinco corpos da família paranaense que morreu em um acidente no km 276 da BR-116, em Jaguaribara, foram liberados pelo Núcleo de Perícia Forense da Região Central, localizado em Quixeramobim, às 13h deste domingo, 3. Com isso, os corpos estão sendo levados, de Fortaleza, a Curitiba-PR, de avião, e, de lá, a Foz do Iguaçu-PR, cidade onde a família morava .

Os nomes das vítimas são: Josias dos Santos, de 38 anos; Patrícia Castro Borges dos Santos, 35 anos; Sahara Caroline Castro Borges do Santos, de 17; Nathaly Vitória dos Santos, 8; e Hadassa Castro dos Santos, de um ano de idade. Josias e Patrícia eram pais de Nathaly, Hadassa e Sahara.

No acidente, ainda morreram Maria Gomes de Morais, 82 anos, e Maria Zélia Gomes, 54 anos. Elas estavam em uma van que colidiu frontalmente com o carro em que a família paranaense estava. Outras 11 pessoas que estavam na van ficaram feridas. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), tiveram ferimentos mais sérios: Luis Felipe Pedrosa da Silva, de 3 anos; Maria Aparecida Batista Pedrosa, 39 anos; Agamenon Gomes de Assis, 44 anos; Lisomar Batista Pedrosa, 33 anos; José Tomaz, 51 anos; Ailton Batista Pedrosa, 41 anos; Francisco Fernandes Morais, 48 anos; Alan Pedrosa da Silva, 14 anos; e Arthur Euves de Sousa, 25 anos, quem dirigia a van.

Ainda tiveram ferimentos leves: Artur Agassy Gomes Pedrosa, de 13 anos; e Alana Vitoria Pedrosa da Silva, 6 anos. A van vinha da Paraíba.

A PRF estima que, por a pista ser simples no local da colisão — com faixa contínua dupla — "houve ou ultrapassagem com desobediência à sinalização, ou até mesmo uma mudança abrupta de faixa o que veio a causar a colisão frontal", conforme afirmou Alexsandro Batista, chefe do Núcleo de Comunicação da PRF.

Redação O POVO Online
TAGS